Ouça Agora

95.9 FM / AM 1160

"Vamos nos encorajar", conclama deputada Silvana Covatti

Com um discurso pautado pela defesa do aumento da participação das mulheres na política, a deputada Silvana Covatti (PP) representou a bancada progressista na Campanha “Mais Mulheres na Política”, cujo debate ocorreu na manhã desta segunda-feira (25) no Teatro Dante Barone da Assembleia Legislativa, em audiência pública da Comissão de Cidadania e Direitos Humanos do parlamento. Com um discurso pautado pela defesa do aumento da participação das mulheres na política, a deputada Silvana Covatti (PP) representou a bancada progressista na Campanha “Mais Mulheres na Política”, cujo debate ocorreu na manhã desta segunda-feira (25) no Teatro Dante Barone da Assembleia Legislativa, em audiência pública da Comissão de Cidadania e Direitos Humanos do parlamento.

Para um auditório lotado, Silvana disse que o trabalho atualmente realizado pelas mulheres que ocupam mandatos e cargos públicos no Estado e no País deixará um importante legado às próximas gerações. Ela destacou que, durante sua trajetória como parlamentar, muitas vezes teve dificuldades em ter suas opiniões ouvidas e aceitas dentro da classe política, devido a, segundo ela, o senso comum vigente de que a voz das mulheres não tem tanto peso quanto a dos homens. ”Quem é que não entende de saúde, se cuidamos dos nossos filhos? Quem é que não entende de economia, se conseguimos tão bem administrar as contas da casa? E quem é que não entende de educação, se fui eu quem ensinei as primeiras palavras aos meus três filhos?”, exemplificou a parlamentar progressista.Para a deputada, é momento de as mulheres se encorajarem para reduzir o atual desequilíbrio de gêneros na política. Ela lembrou que 46 homens e apenas nove mulheres atualmente exercem mandato parlamentar na Assembleia Legislativa - o que dá a elas uma representatividade de apenas 16,3%. Silvana ainda repisou que Projeto de lei 187/2013, de sua autoria e que institui o Programa Mulheres na Política, ainda segue tendo sua tramitação emperrada dentro do parlamento gaúcho. “Precisamos criar as condições para que as mulheres assumam, de uma vez por todas, o papel de protagonistas na política. E para isso teremos de enfrentar todos os obstáculos”, concluiu.Ainda durante o seminário, foi apresentado aos presentes o funcionamento da Procuradoria da Mulher do Senado Federal. Além da deputada Silvana, participaram do encontro a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB/AM), a deputada federal Maria do Rosário (PT/RS), as deputadas estaduais Manuela D´Ávila (PCdoB), Liziane Bayer (PSB), Anny Ortiz (PPS), Zilá Breitenbach (PSDB), Miriam Marroni (PT), a vice-prefeita de Canoas, Beth Colombo, prefeitas, vice-prefeitas, vereadoras, entre outras lideranças femininas. A deputada estadual Stela Farias (PT) justificou sua ausência por ter sido submetida recentemente a uma cirurgia. (Nelson Buzatto)  Por: Daniel GermanoFoto: Paola Rebelo

Mais notícias