FM 95.9 -FM106.5

AM 1160

Vacina de Oxford deve ter primeiro lote pronto em dezembro, diz Ministério da Saúde

Governo federal já encomendou 100 milhões de doses
Foto - Reprodução Foto - Reprodução

O secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Arnaldo Correia de Medeiros, disse nesta terça-feira, 28, que o governo federal já encomendou 100 milhões de unidades da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford contra o coronavírus. A vacina está na terceira e última fase de testes e, caso a imunização seja eficaz, o primeiro lote, com 15 milhões de doses, deve chegar em dezembro deste ano.

O secretário deu a declaração em entrevista à CNN Brasil e disse que um segundo lote da vacina deve chegar em janeiro de 2021:

— Nessa encomenda está previsto o primeiro lote, para chegar em dezembro, e o segundo lote em janeiro. Muito em breve, se tudo der certo, nós teremos a vacina em dezembro com a ajuda de Deus e o esforço e trabalho de toda a comunidade científica.

Segundo Correia de Medeiros, serão 15 milhões de unidades em dezembro, além de 15 milhões em janeiro. Mais 70 milhões de doses devem chegar ao país em lotes sequenciais a partir de março.

A outra vacina desenvolvida no país está em fases de teste. O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse que a vacina contra o coronavírus do Instituto Butantan em parceria com a empresa chinesa Sinovac deve ser distribuída em massa em janeiro de 2021.

*Com informações de Gaúcha ZH

Mais notícias