Ouça Agora

95.9 FM / AM 1160

TRE mantém cassação do mandato do deputado Gilmar Sossella

Desembargadora entendeu que houve captação ilícita de recursos e abuso do poder político Desembargadora entendeu que houve captação ilícita de recursos e abuso do poder político

A reunião do Pleno do Tribunal Regional Eleitoral decidiu manter a cassação do mandato do deputado estadual e ex-presidente da Assembleia Legislativa Gilmar Sossella. A relatora, desembargadora Maria de Fátima entendeu que houve captação ilícita de recursos para a campanha e abuso do poder político.Sossela perde o mandato com a publicação do acórdão. A defesa do parlamentar vai tentar o efeito suspensivo da decisão até haver o julgamento de recurso a ser protocolado no Tribunal Superior Eleitoral. A sentença também torna inelegível por oito anos o deputado e o obriga a pagar multa de R$ 10 mil.O parlamentar é acusado de utilizar o cargo de presidente da Assembleia Legislativa para pressionar servidores que detinham funções gratificadas a adquirir convite para evento de apoio à reeleição dele, no ano passado. A demissão de um funcionário que se recusou a comprar o ingresso foi um dos argumentos utilizados pela desembargadora para justificar a decisão. (Nelson Buzatto) 

Mais notícias