Ouça Agora

95.9 FM / AM 1160

Técnicos agrícolas suspendem serviços para mais de 150 assentamentos no RS

Ao todo, 6 mil famílias são atingidas pela paralisação Ao todo, 6 mil famílias são atingidas pela paralisação

Cerca de 50 técnicos da Cooperativa de Trabalhos em Serviços Técnicos (Coptec) ocuparam, nesta terça-feira, o térreo do edifício do Incra, no Centro da Capital, em manifestação pelo atraso dos pagamentos de salários há quatro meses. Os profissionais da área agrícola, engenheiros agrônomos e assistentes sociais deixaram de prestar serviços para 154 assentamentos rurais em todo o Rio Grande do Sul. Ao todo, 6 mil famílias são atingidas pela paralisação.O serviço de assistência rural, ambiental e social é considerado prioritário pelo Incra. Porém, os recursos de R$ 8,3 milhões para garantir os pagamentos dos 20 núcleos operacionais até o final do contrato, em 15 de janeiro, não foram repassados pelo Incra Nacional. A Coptec é responsável por atender metade desses núcleos. A Superintendência Regional do órgão informou que a chefia da Divisão de Desenvolvimento do Incra/RS está em Brasília para tentar obter a verba.Os técnicos dos núcleos de Candiota e Pinheiro Machado estão sem receber desde julho. As folhas de pagamento dos funcionários de outras oito regiões estão em atraso desde agosto. (Nelson Buzatto) 

Mais notícias