Ouça Agora

95.9 FM / AM 1160

Seminário Regional debate os desafios e potencialidades do turismo

O evento reuniu diversos profissionais da área em Palmeira das Missões
Foto: Divulgação Emater/RS Ascar/O evento reuniu diversos profissionais da área em Palmeira das Missões. Foto: Divulgação Emater/RS Ascar/O evento reuniu diversos profissionais da área em Palmeira das Missões.

Com o objetivo de estimular o debate sobre o turismo e o desenvolvimento, com enfoque nas possibilidades e desafios do setor, o Seminário Regional do Turismo, realizado na quarta-feira (28), reuniu diversos profissionais da área, na Câmara de Vereadores de Palmeira das Missões.

O evento foi uma iniciativa do Grupo de Extensão e Pesquisa em Estratégia Organizacional (Gepeo) e a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), campus de Palmeira das Missões, com apoio da Emater/RS-Ascar, Secretaria Municipal da Cultura e Turismo, Prefeitura, Federação das Associações de Municípios do RS (Famurs) e Pró-Reitoria de Extensão (PRE).

Para estimular o debate, a programação iniciou com a palestra magna intitulada “Governança, Cultura e Turismo: desafio dos Gaúchos”, que foi ministrada pelo coordenador técnico da Famurs, Mario Augusto Ribas do Nascimento. “O turismo está entre as duas tendências mundiais de crescimento e tem grandes potencialidades. Através do seu conjunto de atividades produtivas, interligadas com influência sobre os demais setores econômicos, busca uma estratégia eficiente para gerar crescimento e desenvolvimento a uma localidade. O turismo transforma o atrativo local ou a vocação regional em atividade econômica”, destacou Nascimento.

Trazendo exemplos do Estado, de localidades que encontraram no turismo o desenvolvimento e o crescimento econômico, Nascimento apresentou alguns dados sobre o setor que expressam sua importância econômica, social e cultural. Segundo o palestrante, o turismo é uma atividade que impacta 52 segmentos da economia e gera nove milhões de empregos diretos. Além disso, o investimento no turismo traz um retorno de dez vezes este valor. “O Brasil é o destino do brasileiro. A intenção de viagem subiu 8%. São 60 milhões de brasileiros viajando pelo país. Esse é o único segmento que pode repetir o impulso que a agricultura e o agrobusiness propiciaram à economia brasileira”, salientou o coordenador técnico da Famurs.

Nascimento falou ainda sobre a ação do município em relação ao turismo, o qual deve desempenhar um papel de fomentador e articulador do turismo, ter como diretrizes a conservação do Patrimônio Natural e Histórico Cultural, a valorização da identidade local e geração de renda, a integração regional e o planejamento participativo. “O turismo é uma atividade que envolve todas as dimensões da realidade do município, econômica, social, cultural, ambiental, dentre outras, e por essa razão contribui com o desenvolvimento dos diferentes segmentos de um município ou região”, completou.

O debate teve continuidade a partir de uma mesa redonda, que destacou assuntos envolvendo a governança e o desenvolvimento local e regional do turismo. O professor Giovani Maia mediou o debate a partir de duas explanações. A professora do curso de Administração e do curso de Tecnologia em Gestão de Turismo da UFSM, Luciana Davi Traverso, falou sobre o turismo como propulsor do desenvolvimento territorial. O tema políticas públicas de turismo, governança regional e os Conselhos Municipais de Turismo, foram aspectos abordados pelo também professor do curso de Tecnologia em Gestão de Turismo da UFSM, Thiago Reis Xavier.

Entre as autoridades e lideranças, participaram do evento, o secretário Municipal do Turismo e Cultura, Celso Valduga, o diretor da UFSM campus Palmeira das Missões, Rafael Lazzari, o gerente adjunto do Escritório Regional da Emater/RS-Ascar de Frederico Westphalen, Mario Coelho da Silva o pró-reitor de Extensão da Universidade, Rudinei Soares Pereira, o coordenador do curso de Administração da UFSM, Tiago Zardin Patias, o coordenador do Conselho Regional do Desenvolvimento (Corede) Rio da Várzea, Joel Rubert, o dirigente cultural do município de Barra Funda, Juliano Oliveira, e o presidente da Câmara de Vereadores de Palmeira das Missões, Sidnei Oliveira.

A programação do Seminário teve continuidade à noite com uma mesa redonda que debateu os desafios e potencialidades do turismo rural. A experiência do Roteiro Turístico Ferradura dos Vinhedos foi apresentada pelo professor da Universidade Federal do Pampa (Unipampa), Avelar Batista Fortunata. O presidente da Atur e diretor da Allegra Turismo Rural, Marcio Tonetti, falou sobre a articulação do turismo rural na região e apresentou o modelo do Roteiro de Sarandi “Terra dos Sabores”. Por fim, a professora Lurdes Grolli Ardenghi, relatou a história de Palmeira das Missões, destacando as potencialidades turísticas do município. O debate foi mediado pelo coordenador do curso de Administração da UFSM, campus Palmeira das Missões, Tiago Zardin Patias.

Assessoria de Imprensa Emater/RS-Ascar – Regional de Frederico Westphalen

Jornalista Marcela Buzatto

Mais notícias