Ouça Agora

95.9 FM / AM 1160

Secretaria de Saúde realiza ação em alusão ao Dia Mundial do Doador de Sangue

A iniciativa ocorreu em parceria com a UFSM-FW
Crédito da foto: Helena Knob/Núcleo de Divulgação Institucional UFSM-FW Crédito da foto: Helena Knob/Núcleo de Divulgação Institucional UFSM-FW

Você sabia que em uma única doação de sangue, até quatro vidas podem ser salvas? Ser doador é um ato totalmente voluntário e um exemplo de solidariedade, por isso, no dia 14 de junho é comemorado o Dia Mundial do Doador de Sangue. Em alusão a data, a Secretaria Municipal da Saúde elaborou uma ação, em conjunto com Núcleo de Apoio e Saúde (NAS) da Universidade de Santa Maria - campus de Frederico Westphalen (UFSM-FW).

Entre a segunda-feira, 10 e quarta-feira, 12, foi realizado o cadastramento de doadores de sangue na UFSM-FW, com o objetivo de aumentar o número de doadores no município. Ao todo, 310 pessoas realizaram o cadastro, e desse total, 35 doadores irão ao Hemopasso, em Passo Fundo, no dia 27 de junho.

O cadastramento pode ser feito durante todo o ano na Secretaria Municipal de Saúde que disponibiliza o transporte ao Hemopasso, em Passo Fundo, para a realização da doação. Os interessados em se cadastrar devem entrar em contato com o Posto Central de Saúde do município, portando um documento original com foto.

Este é um ato muito importante, afinal, pacientes que precisam de intervenções médicas urgentes ou que se submetem a tratamentos planejados dependem das doações para realizar transfusões, transplantes e procedimentos oncológicos. Doadores regulares ajudam a manter os estoque de sangue sempre abastecidos, mas são necessários intervalos entre as doações, assim, homens podem doar a cada 60 dias e mulheres a cada 90 dias.

Além disso, os doadores regulares de sangue, de acordo com a lei Estadual Nº 13.891, tem o benefício da meia-entrada em eventos culturais, esportivos ou de lazer, realizados em locais públicos, para isso precisam possuir uma carteira de identificação do hemocentro, comprovando a doação frequente. A Secretaria Municipal da Saúde elaborou alguns itens que devem ser levados em consideração para se tornar um doador.

No dia da doação de sangue o doador deverá:

  • Estar em boas condições de saúde;
  • Ter entre 16 e 69 anos. Pessoas acima de 60 anos só podem doar se já tiverem doado sangue alguma vez antes dessa idade;
  • Menores de 18 anos precisam estar acompanhadas de um responsável ou com um formulário de autorização;
  • O limite para a 1ª doação deve ser de 60 anos, 11 meses e 29 dias;
  • Pesar no mínimo 50kg;
  • Estar alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação);
  • Estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas).
  • Apresentar documento original com foto emitido por órgão oficial (Carteira de Identidade, Carteira de Motorista, Carteira de Trabalho ou Previdência Social);
  • Não ter fumado nas últimas 2 horas e nem fumar nas duas próximas;
  • Não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas;

Quais são os impeditivos definitivos para a doação de sangue?

  • Ter hepatite após os 11 anos de idade;
  • Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue: Hepatites B e C, AIDS (Vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doenças de Chagas;
  • Uso de drogas injetáveis;
  • Malária.

Mais informações podem ser obtidas diretamente na Secretaria Municipal da Saúde, ou pelos telefones: 3744-4911 / 3744-3244 / 3744-6922.

Mais notícias