FM 95.9 -FM106.5

AM 1160

Secretaria da Saúde orienta sobre prevenção ao Jogo da Baleia Azul

Os adolescentes buscam situações em que possam testar seus limites Os adolescentes buscam situações em que possam testar seus limites

  A Secretaria da Saúde do Rio Grande do Sul, por meio do Comitê Estadual de Promoção à Vida e Prevenção do Suicídio, esclarece aos profissionais de saúde e à comunidade em geral sobre o fenômeno do suicídio em crianças e adolescentes.   O suicídio é um fenômeno social que, atualmente, constituí-se em um grave problema de saúde pública. O ato de extrema violência contra si mesmo impacta no grupo familiar, escolar e demais segmentos sociais.Os adolescentes, pelas características dessa fase do desenvolvimento, buscam situações em que possam testar seus limites, tornando-se um grupo de maior vulnerabilidade. No Rio Grande do Sul, os dados de lesão auto-provocada - embora subestimados - mostram a ocorrência de 848 casos, entre 9 e 19 anos de idade, no ano de 2016.Como o comportamento suicida (lesão auto-provocada, idéias de morte, ideação suicida, plano, tentativa e ato consumado) é vivido muitas vezes no silêncio das famílias, alerta-se para a importância de observar os seguintes sinais:- Comportamento auto-destrutivo (lesões auto-provocadas, exposição a situação de risco, uso de drogas);- Isolamento social;- Manifestação de tristeza e de desejo de morte, verbal ou escrita;- Irritabilidade e crises de raiva;- Histórico de suicídio na família;- Tentativa prévia de suicídio;- Participação de desafios autodestrutivos, entre os quais o Jogo da Baleia Azul, que tem causado grande mobilização.Orienta-se a busca de atendimento no serviço de saúde mais próximo.Secretaria da SaúdeGoverno do Estado do Rio Grande do Sul

Mais notícias