Ouça Agora

95.9 FM / AM 1160

Sartori inicia caravana por nove regiões para explicar crise das finanças

Objetivo ao detalhar os números à lideranças e comunidades locais uma lista com 32 medidas foi elaborada por técnicos da Fazenda Objetivo ao detalhar os números à lideranças e comunidades locais uma lista com 32 medidas foi elaborada por técnicos da Fazenda

Sartori inicia caravana por nove regiões para explicar crise das finançasO governo José Ivo Sartori inicia nesta segunda-feira, em Passo Fundo, uma série de encontros em nove regiões do Estado com o objetivo de explicar, de forma didática, a crise das finanças. O objetivo ao detalhar os números à lideranças e comunidades locais é garantir o apoio da população, ou pelo menos ampliar a compreensão, sobre as medidas duras e polêmicas que terão de ser adotadas em curto prazo para fazer frente às dificuldades. Uma lista com 32 medidas já foi elaborada por técnicos da Fazenda.A decisão sobre as que serão adotadas ocorrerá após o fim da chamada Caravana da Transparência, no dia 14 de abril, e de discussão e análise política com aliados. O movimento do governo, no entanto, não correrá livre e enfrentará estratégia similar do PT. Além de balanço dos 100 dias do governo, o partido de Tarso Genro prepara contraponto que terá início após a conclusão da caravana de Sartori. Em viagens por municípios do Interior, em roteiro similar ao feito pelo Executivo, chamado “Diálogos para o Desenvolvimento do Estado”, o PT pretende contrapor os números apresentados pela equipe de Sartori.Participarão do grupo escalado para a missão deputados federais, estaduais, dirigentes e outras lideranças. “Eles não ficarão falando sozinhos sobre uma crise que já tem 40 anos e que não pode paralisar o Rio Grande do Sul. Foram eleitos para governar e apresentar alternativas, como fizemos”, disse o líder da bancada do PT na Assembleia, Luiz Fernando Mainardi. Além de passar pelos mesmos nove municípios que representam as regiões dos Coredes, escolhidos pelo governo Sartori, o PT ampliará a rota de sua caravana para localidades que tenham sido beneficiadas por programas e recursos do governo federal e da gestão Tarso Genro.Fonte:Taline Oppitz/Correio do Povo(AP) 

Mais notícias