Ouça Agora

95.9 FM / AM 1160

Sartori convida Vieira para ocupar Educação

Peemedebista oficializou convite ao PDT em encontro reservado à tarde. Peemedebista oficializou convite ao PDT em encontro reservado à tarde.

Uma reunião reservada, ocorrida na tarde desta segunda-feira, no comitê de campanha do governador eleito, selou o acordo que deverá levar o PDT a integrar o governo do peemedebista José Ivo Sartori. No encontro, do qual participaram o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi e o presidente estadual da sigla, Pompeo de Mattos, Sartori oficializou convite para que o deputado federal Vieira da Cunha, também presente à reunião, ocupe a Secretaria Estadual da Educação. Com o possível ingresso dos trabalhistas, Sartori ganharia o apoio dos oito deputados estaduais do PDT, que ingressariam na base aliada na Assembleia Legislativa.Para Carlos Lupi, o indicativo de participação no futuro governo está consolidado. “Temos uma negociação iniciada. Sartori precisa avançar na sua proposta. Minha tese é que devemos estar no núcleo duro do governo. Podemos ceder o Vieira da Cunha, um deputado estadual e outro federal, abrindo espaço para elevar nossos suplentes às bancadas estadual e federal”, afirmou. O tema, contudo, não obteve consenso quando submetido, à noite, ao debate na reunião da Executiva pedetista, ampliada pela presença de deputados estaduais, federais e outras lideranças. Para Pompeo de Mattos, não bastarão secretarias. “Queremos estar no núcleo do poder, participar das decisões e políticas públicas”, argumentou.O indicativo de apoio a Sartori, no entanto, desagradou lideranças. O senador eleito Lasier Martins declarou seu desejo por independência. Já o ex-governador Alceu Collares foi mais contundente: “O PMDB nunca foi feliz na administração. Vai ser um péssimo governo. Não tem dinheiro”, projetou. (Nelson Buzatto) 

Mais notícias