FM 95.9 -FM106.5

AM 1160

Sartori assina decreto que corta despesas e suspende os pagamentos de dívidas

Governo calcula o débito dos chamados “restos a pagar” em R$ 700 milhões Governo calcula o débito dos chamados “restos a pagar” em R$ 700 milhões

O governador do Estado, José Ivo Sartori, deve assinar nesta sexta-feira (02) um decreto que corta despesas e suspende os pagamentos de dívidas contraídas na gestão de Tarso Genro (PT).  Empresas que deveriam ser pagas por produtos ou serviços prestados ao Estado não receberão o dinheiro agora. O atual governo calcula o débito dos chamados “restos a pagar” em R$ 700 milhões, valor que ainda não é considerado definitivo.  Segundo o secretário estadual da Fazenda, Giovani Feltes, ficarão cancelados durante o período o uso de diárias, e também será suspensa a contratação de consultorias, realização de concursos públicos e emissão de passagens aéreas (com exceções). Esse corte não atinge as diárias dos policiais deslocados para o Litoral para trabalhar na Operação Verão. As novas regras valerão para órgãos da administração estadual direta e indireta, incluindo autarquias. Segundo Feltes, um dos objetivos das medidas é evitar atraso no pagamento dos salários, previsto para março ou abril, se não houver cortes drásticos de despesas. (Fonte: Rádio Gaucha )   foto:Emmanuel da Rosa

Mais notícias