Ouça Agora

95.9 FM / AM 1160

Rio Grande do Sul registra mais duas mortes por gripe em 2019

Óbitos de homem e mulher, ambos de 54 anos, foram registrados em Tramandaí e Alegrete

Mais duas mortes por gripe A (H1N1) foram registradas no Rio Grande do Sul no final de maio, conforme dados da Secretaria de Saúde do Estado. Os casos foram informados ao órgão na terça-feira pelas instâncias municipais e ocorreram nos municípios de Alegrete e Tramandaí. Ao todo, já são sete óbitos por influenza em solo gaúcho neste ano.

As duas vítimas têm 54 anos. A primeira delas é uma moradora de Alegrete, na Fronteira Oeste, que sofria de pneumopatia crônica e não tinha se vacinado na última campanha. Ela permaneceu quatro dias internada na Santa Casa do município, antes de falecer em 27 de maio. A outra é um homem cardiopata e diabético cujo óbito foi registrado em 30 de maio. Morador de Novo Hamburgo, ele estava internado desde o dia 25, em Tramandaí.

A imunização foi aberta a toda a população na segunda-feira e segue determinação do Ministério da Saúde, uma vez que o Rio Grande do Sul não atingiu a meta de cobertura do público-alvo. Em Porto Alegre, o local de maior movimento, foi o Centro de Saúde Modelo, no bairro Santana. Segundo o governo estadual, até a manhã desta quarta-feira haviam sido vacinadas cerca de 3,2 milhões de pessoas de grupos prioritários, aproximadamente 82% da meta, de 3,8 milhões.

Mais notícias