Ouça Agora

95.9 FM / AM 1160

RGE reforça a rede elétrica em dois bairros de Frederico Westphalen

Ações, que incluíram a troca de 84 postes, ocorreram no Santo Inácio, na área urbana, e Linha São Brás, na rural
Foto: RGE/Bairro Santo Inácio receberam obras da RGE Foto: RGE/Bairro Santo Inácio receberam obras da RGE

A rede elétrica do bairro Santo Inácio, na área urbana de Frederico Westphalen, e a localidade rural de Linhas São Brás, também no município, está mais robusta em função de obras de modernização concluídas pela RGE no último mês. As ações incluíram troca de postes, troca do cabeamento e instalação de novos transformadores. Somadas, as duas frentes de trabalho tiveram investimento de R$ 441 mil.

No Santo Inácio, foram 32 postes de madeira substituídos por novas unidades de concreto e dois novos transformadores 75 kVA foram instalados. Além disso, a RGE também realizou reformas no cabeamento de 1,6 km de rede de baixa tensão, instalando no trecho a rede compacta, com espaçadores entre os cabos. Esse modelo serve para diminuir as chances de toque entre os cabos, causando desarmes. 

Já na Linha São Brás as equipes substituíram 52 postes. As novas unidades de concreto fortalecem a rede elétrica que atende, diretamente, 74 clientes da localidade. Ainda foi instalado um conjunto de Chaves Seccionadoras, também conhecida como Chaves Faca, que auxiliam o Centro de Operações na realização de manobras de carga na região. 

Segundo o Consultor de Negócios da RGE, Jonathan Koenemann, as obras compõem o Plano de Manutenção e Expansão do Sistema Elétrico, executado de maneira contínua em toda a área de concessão da distribuidora. “Nossas ações seguem um planejamento técnico de médio e longo prazos. Todos os dias há obras ocorrendo nas cidades atendidas pela RGE, sempre buscando o fortalecimento e a modernização da rede elétrica”, destaca Koenemann.

Alinhada com o Planejamento Estratégico do Grupo CPFL Energia, a RGE, distribuidora de energia elétrica que atende 381 municípios gaúchos, investiu R$ 605 milhões em obras de ampliação, melhoria e modernização da rede nos nove primeiros meses deste ano. O valor é 24,7% superior em relação ao mesmo período do ano passado. Esses investimentos permitiram que centenas de obras fossem executadas no período, como a substituição de 64 mil postes de madeira por concreto na área de concessão, a instalação de 204 novos religadores automáticos e construção ou melhoria de 1.447 Km de rede de média tensão.

Sobre a RGE

Responsável por distribuir 65% da energia elétrica consumida no Rio Grande do Sul e atender 2,9 milhões de clientes em 381 municípios gaúchos, a RGE é hoje a maior distribuidora da CPFL Energia em extensão territorial e número de cidades atendidas. A área de concessão da companhia, que é resultado do agrupamento das distribuidoras RGE e RGE Sul, realizado em janeiro de 2019, totaliza 189 mil km² de extensão, abrangendo as áreas urbanas e rurais das regiões Metropolitana, Centro-Oeste, Norte e Nordeste do estado. 

Os investimentos realizados pela RGE contribuem para o desenvolvimento socioeconômico de locais de fundamental importância para a economia do estado, que vão desde fortes polos turísticos, agrícolas e pecuários, até grandes centros industriais e comerciais, trazendo mais bem-estar, conforto e infraestrutura para a vida de 7,4 milhões de gaúchos.  

Sobre a CPFL Energia

A CPFL Energia, há 106 anos no setor elétrico, atua nos segmentos de distribuição, geração, comercialização e serviços. Desde janeiro de 2017, o Grupo faz parte da State Grid, estatal chinesa que é a segunda maior organização empresarial do mundo e a maior empresa de energia elétrica, atendendo 88% do território chinês e com operações na Itália, Austrália, Portugal, Filipinas e Hong Kong. 

Com 14% de participação, a CPFL Energia é uma das maiores empresas no mercado de distribuição, totalizando mais de 9,7 milhões de clientes em 687 cidades, entre os estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Paraná. Na comercialização, é uma das líderes no mercado livre, com participação de mercado de 4%. É líder na comercialização de energia incentivada para clientes livres entre as comercializadoras.

Na geração, é a terceira maior agente privada do País, com um portfólio baseado em fontes limpas e renováveis, como grandes hidrelétricas, usinas eólicas, térmicas a biomassa, Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCH) e usina solar. Considerando a participação acionária na CPFL Renováveis (99,94%), maior empresa de geração da América Latina a partir de fontes alternativas de energia, a capacidade instalada do Grupo CPFL alcançou 4.304 MW, no final de setembro de 2019.

A CPFL Energia possui ações listadas no Novo Mercado da B3 e ADR Nível III na NYSE. O Grupo também ocupa posição de destaque em arte e cultura, entre os maiores investidores brasileiros, por meio do Instituto CPFL.

Fonte: RGE  

Mais notícias