Ouça Agora

95.9 FM / AM 1160

Real Madrid deve aparecer no caminho do Grêmio no Mundial

Campeonato acontecerá entre os dias 6 e 16 de dezembro

Após seis anos, o Mundial de Clubes da Fifa volta a ser disputado nos Emirados Árabes Unidos (a última edição no país ocorreu em 2010, depois passou por Japão em 2011, 2012, 2015 e 2016, e Marrocos em 2013 e 2014). Com duas cidades-sede, o campeonato acontecerá entre os dias 6 e 16 de dezembro. Os jogos serão realizados no Estádio Xeique Zayed, em Abu Dhabi, e no Estádio Hazza bin Zayed, em Al Ain.

• Grêmio embarca na próxima terça-feira para Abu Dhabi

A competição terá como participantes, além do Grêmio, campeão da Libertadores, o Real Madrid, vencedor da Liga dos Campeões da UEFA, o Urawa Red Diamonds, que ganhou a Liga dos Campeões da Ásia, o Wydad Casablanca-MAR, campeão da Liga dos Campeões da África, o Auckland City, vencedor da Liga dos Campeões da Oceania, e o Al Jazira, atual vencedor da Liga dos Emirados Árabes. A competição se inicia com o jogo entre o representante do país-sede, o Al Jazira, enfrentando o Auckland City, da Nova Zelândia, recordista em participações no Mundial, com nove presenças (2006, 2009, 2011, 2012, 2013, 2014, 2015, 2016 e 2017). O vencedor avança às quartas de final, quando pegará o Urawa Red Diamonds, e que participou uma vez do torneio em 2007. O jogo será no dia 9.

No mesmo dia, ocorre a partida entre o Pachuca, presente pela quarta vez (2007, 2008, 2010 e 2017), e o Wydad Casablanca-MAR. Deste desafio sairá o adversário do Grêmio no dia 12. Já o Real Madrid vai encarar nas semifinais o ganhador de Urawa Red Diamonds e Al Jazira ou Auckland City.

Clássico na semana seguinte

O grande favorito do Mundial é o Real Madrid, que está em busca do segundo título consecutivo do torneio — venceu o ano passado, no Japão — e seu sexto na história (ganhou antes em 1960, 1998, 2002 e 2014). Exatamente uma semana após o término do torneio, o time tem clássico com o Barcelona no Santiago Bernabéu, válido pela 17ª rodada da La Liga. “Temos um calendário muito exigente em dezembro, é preciso levar isso em conta. Sabemos que pode haver surpresas, o futebol está cada vez mais equilibrado e o aspecto físico é muito importante”, afirmou o diretor de futebol, Emilio Butragueño.

Um supermundial

A Fifa planeja criar um Supermundial de Clubes a partir de 2021. O torneio seria realizada entre junho e julho, na mesma época da Copa das Confederações, que será extinta. A competição deve contar com 24 times. A Uefa terá 12 times: os quatro últimos ganhadores da Liga dos Campeões, os quatro últimos vices e outros quatro com melhor coeficiente.

A América do Sul teria cinco clubes: os últimos quatro campeões da Libertadores, mais o time de melhor coeficiente da Conmebol. América do Norte, Ásia e África teriam dois representantes cada. Não foi definido se a Oceania terá um representante.

Mais notícias