Ouça Agora

95.9 FM / AM 1160

Projeto que visa fim das diárias ganha apoio da comunidade

Embora ainda não tenha entrado em discussão no plenário da Câmara, o projeto já é visto com bons olhos pela comunidade
Divulgação Divulgação

Protocolado neste mês na Câmara de Vereadores de Erechim, o projeto de lei que visa o fim da concessão de diárias já pauta debates e vem ganhando apoio da comunidade. Se aprovado, os parlamentares passarão a receber somente o ressarcimento de despesas, mediante apresentação de notas. “Percebemos a necessidade de evoluir na discussão e atitudes em relação a boa gestão de recursos públicos. Necessitamos otimizar recursos para promover mudanças importantes na sociedade”, defende o autor da proposta, André Jucoski, que em três anos de atividades legislativas não retirou uma única diária.

Embora ainda não tenha entrado em discussão no plenário da Câmara, o projeto já é visto com bons olhos pela comunidade e vem motivando discussões principalmente nas redes sociais, onde é possível encontrar diversas manifestações a favor de sua aprovação. A repercussão leva em conta que, somente neste ano, o valor gasto pelo Legislativo com diárias já ultrapassa R$30 mil, conforme o Portal da Transparência.

Na justificativa de sua proposta, André Jucoski argumenta que “a Administração deve zelar pela boa gestão dos recursos, principalmente em tempos difíceis. A população carece de muitos serviços, nas mais diversas áreas. Sobre isso, a extinção das diárias é uma medida com impacto positivo”, afirma. Ele acredita ainda, que “Optando pelo simples ressarcimento das despesas, vereadores e servidores terão, inclusive, maior respaldo da comunidade para buscar recursos e discutir temas relevantes ao nosso município”, destaca o parlamentar que, na busca por recursos para o município, optou por usar seu salário de vereador.

Atualmente o valor das diárias para vereadores da Câmara de Erechim é de R$ 207 para viagens na região da Associação de Municípios do Alto Uruguai (Amau); R$ 455 para demais cidades do Rio Grande do Sul; R$ 517,50 para os demais Estados e, R$ 828 para viagens ao exterior. Já o valor das diárias para servidores varia de R$165,60 a R$622,40 conforme o destino.

O projeto segue a tendência de outras cidades do Estado que já extinguiram a concessão de diárias, a exemplo de Sarandi e Carazinho. “Vivemos uma nova realidade e precisamos evitar desperdícios. O justo é receber apenas o que se teve de despesa, e não uma diária”, completa André Jucoski.

Mais notícias