Ouça Agora

95.9 FM / AM 1160

Primeira etapa para a implantação da UTI no Hospital Divina Providência de FW é concluída

A liberação do alvará sanitário amplia as expectativas da implantação efetiva da UTI no HDP
Foto: Reprodução Foto: Reprodução

Em comunicado oficial publicado nas redes sociais na tarde ontem, 20, o Hospital Divina Providência de Frederico Westphalen anunciou a liberação do alvará sanitário para funcionamento da Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

O coordenador da 19ª Coordenadoria Regional de Saúde, Fernando Panosso, esteve na última quarta-feira, 19, em Porto Alegre, onde pautou em conjunto com a CIB-RS, a questão da implantação da unidade na casa de saúde de FW. A CIB-RS é resumidamente um espaço intergovernamental, político e técnico em que ocorrem o planejamento, negociação e efetivação das políticas públicas de saúde pública. Em breve entrevista, Fernando destacou seu contentamento com essa conquista, ressaltando que esse projeto visa “salvar mais vidas na região”.

Além da liberação do alvará sanitário, o HDP passará por mais algumas etapas até o funcionamento efetivo da unidade, pois até que o credenciamento junto ao Ministério da Saúde seja oficializado, todos os custos da unidade precisam ser arcados pela casa de saúde ou prefeituras.

Em entrevista ao Complexo Luz e Alegria na manhã de hoje, 21, o Prefeito de Frederico Westphalen, José Alberto Panosso, comentou que após a aprovação na CIB o projeto já foi encaminhado a Brasília-DF, para o credenciamento junto ao Sistema Único de Saúde (SUS) e também para questões legais. Sobre a abertura oficial do funcionamento da UTI, ele ressalta que não há data exata devido aos processos burocráticos, “esse processo dependerá da administração pública para contribuir nos primeiros meses”, aponta ele. O prefeito comenta ainda, a importância de o hospital realizar convênios com planos de saúdes, bancos e demais meios.

Devido as celebrações de final de ano, as medidas para efetivação oficial serão tratadas no início de 2019.

Mais informações em breve.  

Mais notícias