Ouça Agora

95.9 FM / AM 1160

Pinhal atinge gestão de excelência segundo a Firjan

A metodologia do IFGF considera quatro indicadores
Divulgação Divulgação

Na última semana, a Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) divulgou o Índice Firjan de Gestão Fiscal (IFGF) dos municípios brasileiros, um estudo desenvolvido pela entidade desde o ano de 2005. O Índice apresenta uma leitura dos resultados bastante simples: a pontuação varia entre 0 e 1.0, sendo que quanto mais próximo de 1 melhor a gestão fiscal do município. Quando o resultado fica entre 0,8 e 1.0 a gestão é considerada de excelência.

A metodologia do IFGF considera quatro indicadores: autonomia (novo), gastos com pessoal, liquidez e investimentos, em que a pontuação adotada varia de 0 a 1 ponto, sendo que quanto mais próximo de 1 melhor a situação fiscal do município. Com base neles, cada cidade é classificada nos conceitos de gestão de excelência, com resultados superiores a 0,8 ponto; boa gestão, entre 0,8 e 0,6 ponto; gestão em dificuldade, entre 0,6 e 0,4 ponto; ou gestão crítica, inferiores a 0,4 ponto.

Pinhal mais uma vez ficou classificado entre os melhores do País e do Estado. Entre os 5.537 municípios Brasileiros analisados, o antigo distrito de Palmeira das Missões ocupa a centésima primeira colocação (101º) e a nível de Estado entre 497 municípios é o décimo quarto (14º) no índice geral, sendo o terceiro na região da Amzop. Os dados são referentes ao ano 2018.

Em relação a 2017, Pinhal avançou de 25º para 14º no Estado e de 133º para 101º a nível de País, avançando 11 posições no Rio Grande do Sul e 32 posições a nível de Brasil. Em três dos quatro indicadores (gasto com pessoal, liquides e investimentos), Pinhal tirou nota máxima (1.0) ficando com nota menor no indicador autonomia (0,41), que corresponde as receitas próprias do Município. No índice geral o município atingiu 0,85.

Segundo o prefeito Edmilson Pedro Pelizari, o baixo índice de autonomia se explica à medida que o Município deixa de arrecadar um montante muito expressivo em taxas que não são recolhidas do cidadão e ainda oferece incentivos para os munícipes, principalmente nas prestações de serviços públicos com máquinas e na produção.

O gestor recebeu com alegria e satisfação os números da FIRJAN e compartilha o ótimo desempenho com seu vice-prefeito Luiz Carlos Pinto Ribeiro e toda a equipe que trabalha de forma comprometida. Pelizari destaca ainda que este é mais um resultado positivo obtido através do trabalho em conjunto com a comunidade, onde o Poder Público faz a sua parte, proporcionando condições favoráveis para o investimento da iniciativa privada.

“Ao longo da nossa trajetória na vida pública sempre acreditamos que a gestão deve ser feita com eficiência e voltada para o cidadão, investindo corretamente em benefício do coletivo cada centavo arrecadado pelo Município, somente quando esta consciência se difundir teremos uma País melhor”, resume o prefeito.

Edevaldo Stacke/Ascom Pinhal

Mais notícias