Ouça Agora

95.9 FM / AM 1160

Nove municípios da região não têm acesso asfáltico

Segundo Juvir Costella, expectativa é contar com recursos da bancada gaúcha para execução de trechos
FOTO - Amzop FOTO - Amzop

na última reunião da entidade, que ocorreu paralelamente à programação de 60 anos de Seberi, na semana que passou. O encontro contou com a presença do secretário de Logística e Transportes do RS, Juvir Costella, que apresentou um panorama de como está a situação das estradas gaúchas.

No RS, o total de municípios que ainda têm acesso por via de chão batido chega a 67 cidades, das quais 53 não têm fonte de financiamento. Para atender esta demanda, de acordo com levantamento do órgão, seriam necessários R$ 302,5 milhões. Esse valor, que contempla obras, sinalização e material asfáltico, apoio técnico e impostos, é uma estimativa, uma vez que as obras estão paralisadas e, em muitos casos, existem serviços que precisam ser refeitos.

– Nossa expectativa é receber, através de emendas da bancada gaúcha, pelo menos R$ 150 milhões, recursos que garantem a execução de inúmeros trechos asfálticos reivindicados pelas comunidades há dezenas de anos –, observou Costella. Num prazo de 40 dias, a sede da secretaria deve passar a funcionar junto ao Departamento Estadual de Estradas de Rodagem (Daer). “Queremos descobrir qual a função do Daer, ou o Daer funciona ou fecha. Vamos valorizar os funcionários do Daer que desejam efetivamente trabalhar. São 960 funcionários hoje e pretendemos permanecer com 600”, afirmou.

Confira a matéria completa no site do Jornal Folha do Noroeste

*Márcia Sarmento/Jornal Folha do Noroeste

Mais notícias