Ouça Agora

95.9 FM / AM 1160

No último dia de campanha, RS não atinge meta de vacinação contra gripe

Ação de imunização contra a doença termina nesta sexta-feira (5) no país.Segundo Ministério da Saúde, 77,39% do público-alvo foi vacinado.  Ação de imunização contra a doença termina nesta sexta-feira (5) no país.Segundo Ministério da Saúde, 77,39% do público-alvo foi vacinado. 

Termina nesta sexta-feira (5) a campanha nacional de vacinação contra a gripe. No entanto, o Rio Grande do Sul ainda não atingiu a meta de imunizar 80% do público-alvo, motivo pelo qual a ação foi prorrogada há duas semanas.Segundo o Ministério da Saúde, 77,39% da população foi imunizada, um total de 1.945.160 doses. Compõem o grupo de risco 2.513.420 de pessoas.Ainda não há definição oficial de prorrogar essa campanha aqui no estado. Este ano, o Rio Grande do Sul teve uma morte em decorrência da Influenza. A vítima era uma senhora de 85 anos que morava em Canoas, na Região Metropolitana, e não tinha tomado a vacina.A vacina está disponível gratuitamente nos postos de saúde para integrantes dos grupos prioritários formados por idosos a partir de 60 anos, trabalhadores de saúde, crianças entre seis meses e menores de cinco anos, gestantes, pós-parto (até 45 dias após o parto), portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, indígenas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.Disponibilizada pelo Ministério da Saúde, a dose protege contra os três subtipos do vírus da gripe determinados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para este ano (A/H1N1; A/H3N2 e influenza B). Estudos demonstram que a imunização contra o vírus pode reduzir em até 45% o número de hospitalizações e em até 75% a mortalidade global.No estado, a campanha começou em 27 de abril, uma semana antes do restante do Brasil. A ação foi antecipada no Rio Grande do Sul, segundo o Ministério da Saúde, para que a público-alvo fosse imunizado antes da chegada do frio. (Nelson Buzatto) 

Mais notícias