FM 95.9 -FM106.5

AM 1160

“Não sou político, sou um líder comunitário”

Marco Della Nina, précandidato ao governo gaúcho pelo Patriota, destaca suas propostas visando o desenvolvimento e foco na camada mais vulnerável da sociedade
Divulgação / Marco Della Nina Divulgação / Marco Della Nina

Faltando, aproximadamente, seis meses para a eleição no país, o Patriota, do Rio Grande do Sul, também con rmou no início de 2022, que terá candidato próprio ao governo gaúcho. Aposta do partido para este pleito, além do alinhamento com o presidente Jair Bolsonaro (PL), é pensar nas camadas mais desassistidas da população do Estado. Ao longo de sua história, Marco Della Nina destacou-se por ser um líder comunitário, atuando nas vilas de Porto Alegre. Por conta de sua liderança dentro das comunidades e da falta de voz ativa que defenda esta camada da sociedade, a política entrou na vida de Della Nina de forma natural, sendo vereador suplente da capital de 2000 a 2008 e pré-candidato à prefeitura em 2020. Seguindo a série de entrevistas que sabatinou todos os pré-candidatos ao governo do Rio Grande do Sul, a edição desta semana traz uma entrevista exclusiva com Marco Della Nina, do Patriota, aos veículos de comunicação do Complexo Luz e Alegria. Durante o bate-papo, Della Nina contou um pouco da sua história como líder comunitário, sua vida política e seu slogan. Também sobre a “via única” no RS, sem nenhum tipo de viés à direita ou esquerda, apesar de seu alinhamento com o presidente Bolsonaro.

Leia a notícia completa no site Folha do Noroeste
Mais notícias