FM 95.9 -FM106.5

AM 1160

Não sou massa de manobra para simplesmente votar num projeto político, afirma Tiago Simon

Emedebista destaca seu trabalho na CCJ e critica o governo estadual sobre falta de planejamento pós-privatização da Corsan
FOTO - Divulgação FOTO - Divulgação

O parlamento gaúcho está preocupado com quais serão os reflexos que a pandemia deixará em nosso cotidiano depois que tudo isso passar. A saúde financeira é importante, mas a saúde mental, se não for levada a sério, também causará danos irreparáveis a própria economia do Rio Grande do Sul. É o que debate Tiago Simon, deputado estadual do MDB/RS, que possui em seu sangue a indignação com as injustiças e com os rumos da atual política, o que foi herdado de seu pai Pedro Simon – ex-governador e senador. Durante entrevista exclusiva aos veículos do Complexo Luz e Alegria, Tiago Simon, destaca seu trabalho na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) - na qual é presidente -, da apreensão com a saúde mental da comunidade gaúcha durante e pós-pandemia, além de criticas ao Governo do Estado por privatizar a Corsan. O parlamentar se absteve de votar a PEC 280, que foi aprovada em 2º turno em plenário, na AL, na terça, 1º.

Leia a notícia completa no site Folha do Noroeste
Mais notícias