Ouça Agora

95.9 FM / AM 1160

Morre o ex-prefeito de Uruguaiana Nivaldo Soares

O político estava internado em Porto Alegre em decorrência de uma pneumonia

Morre no início da manhã desta quinta-feira André Nivaldo Jager Soares, aos 93 anos. Político com origem no antigo Partido Trabalhista Brasileiro, depois Movimento Trabalhista Renovador, Movimento Democrático Brasileiro e por último Partido do Movimento Democrático Brasileiro, professor universitário e advogado. Ele estava internado em Porto Alegre com problemas bronco respiratórios graves (pneumonia).

Nivaldo Soares abriu mão da assembleia e da indicação ao Tribunal de Contas do Rio Grande do Sul para ser prefeito eleito, o primeiro depois do período de indicações militares, de Uruguaiana entre 1986 a 1988. Antes, havia sido vereador, presidente da Câmara, deputado estadual por 15 anos (1971 a 1986), chegando a ser governador, quando no exercício da presidência da Assembleia Legislativa.

Combativo, discurso eloquente, crítico ao governo discricionário, o seu legado conta com uma série de trabalhos nas esferas municipal e estadual. Nivaldo deixou viúva, três filhos (André, Marcelo e Miguel), cinco netos e quatro bisnetos.

O corpo está sendo trasladado para Uruguaiana. Segundo o filho, André Nivaldo, um desejo e apelo de seu pai foi o de ser sepultado em sua terra natal. O velório acontece na Biblioteca Pública Municipal com horário a ser confirmado. O prefeito Ronnie Peterson Colpo Mello decretou luto oficial de três dias.

Mais notícias