Ouça Agora

95.9 FM / AM 1160

Morre o empresário Pompilio Rubin Girardello aos 79 anos

Pompilio participava do Cursilho de Cristandade da Diocese Pompilio participava do Cursilho de Cristandade da Diocese

         A comunidade de Frederico Westphalen perdeu ontem, às 22h40min aos 79 anos o empresário Pompilio Rubin Girardello.           Junto com a família, Pompilho foi um dos fundadores a mais de meio século da Livraria Vera Cruz, sendo que atualmente matinha a  Ícaro Espaço Cultural, distribuidora de revistas, livros e jornais.          Casado com Ernestina Barros Girardello há 54 anos, Pompilio participava do Cursilho de Cristandade da Diocese de Frederico Westphalen a cerca de 30 anos além de integrar as diretorias do EC Itapagé, do Clube Harmonia, do CTG Alferes Epiphanio e Aquática Barrilense.          Pompilho foi vítima de infarto e seu corpo está sendo velado na Central de Lutos fundos da Catedral e missa de corpo presente será às 17h na catedral Santo Antônio. (Adelar de Freitas )       HISTÓRIA       No final da década de 30, aumentou o contingente da imigração dos agricultores e outros profissionais procedentes das terras velhas e, em1941, Angelo e Rosa Girardello chegava  a Frederico Westphalen, vindos de Nova Palma, trazendo os filhos e entre eles o menino Pompilio com 6 anos de idade, tendo nascido aos  21 de abril de 1935.          Aprimeira residência da família, foi na Rua 3 de outubro, permanecendo até a construção definitiva na Mauricio Cardoso. Além da agricultura, a famíliainstalou uma marcenaria, junto ao atual Moinho Kryzaniak, funcionando com uma transmissão subterrânea, ligando os equipamentos da indústria a máquina a vapor da empresa Ferrari &Scapin Ltda. Nesse período a indústria passou a fabricar móveis, abertura e cadeiras e outros.          Mais tarde com os filhos buscando seus caminhos, a família vendeu a indústria a um empresário de São Miguel D”oeste.           Assim o jovem Pompilio foi trabalhar na Cooperativa Agrícola Brasil Ltda, sob o comandodo Técnico em Contabilidade Ciro Binotto, para em 1952 passar a trabalhar na Tipografia Santo Antonio, do Bernardino Centenaro. Em 1955 o irmão do Pompilio,Leonidas Girardello adquiriu a Tipografia. Em 11 de novembro de 1957, Pompilio associou-se a LeonidasGirardello, nascendo a Impressora Mercantil Ltda.Já em 2 de julho de 1957, Pompilio incluiu no contrato social dois sócios, Sauri Davi Centenaro e José Lago, retirando-se Leonidas Girardello.          Em 1964 a empresa sofreu alteração para Pompilio R. Girardello Cia Ltda, e em 1991, foi incluído como sócio Marco Girardello.          A jovem Ernestina Girardello atravessou a caminhada do Pòmpilio por volta de 1960, quando após ter trabalhado em Palmeira das Missões e mais tarde em Carazinho no Posto Estadual de Saúde, retornou a convite do Prefeito Arisoly Martelet, passando a trabalhar no setor de educação do município.          Em 1957 com a realização do 1º Rodeio de Vacaria, atendendo convite dos organizadores do evento, o CTG Alferes Epiphânio compareceu com sua invernada artística, inscrevendo a 1ª Prenda Ernestina Barros no concurso Estadual de 1ª Prenda do Estado. A simpatia eos conhecimentos do pampa proporcionaram a Ernestina Barros o titulo de 2ª Prenda mais bonita do Estado, representando Frederico Westphalen.          Ernestina participou do Departamento Social do Clube Harmonia e da Aquatica  Barrilense, dividindo com outras jovens e casais a organização de bailes e festas sociais.          Pompilio foi Diretor do Departamento de Propaganda do Itapagé em 1958, Primeiro Vice Presidente em 1961 e nos de 1962 a 1967 integrou o Conselho Fiscal, bem como o Conselho  Deliberativo por mais de 20 anos.          Pompilio e Ernestina casaram em 1961 e tiveram 3 filhos, dois falecidos. Marco casado com          EMPRESÁRIOS.          Em 1962 o casal adquiriu o terreno na Rua do Comercio, transferindo a Livraria Vera Cruz, fundada em 1956, atuando com desenvoltura e conhecimento no setor livreiro e escolar, transformando o endereço em referência regional como endereço da cultura.          Nesse endereço o casal, mais tarde ampliou em bazar, atacado e até hoje mantem uma distribuidora de livros, revistas e jornais. São mais de meio século de atividades livreiras, agora sob o comando do filho Marco, que alterou a razão social para Icaro Distribuidora de Livros e Revistas.          Paralelo as atividades  empresariais, Pompilio em 1966 conclamou um grupo de empresários, participando da organização da  Câmara de Dirigentes Lojistas(CDL) de Frederico Westphalen, tendo sido eleito o primeiro Vice Presidente.          Em dezembro de 1966 o CDL formou uma comissão encarregada de motivar o empresariado a reativar a ACI, que desde 1960 estava inativa. Com a união de forças, em 1967 foi organizado o SPC de Frederico Westphalen, primeiro da região e eleita a diretoria da ACI. Pompilio foi eleito Vice Presidente no período de 1967 a 1969. De 1978 a 1984 integrou o Conselho Fiscal da ACI, em 1979 passou a ser sócio Benemérito da Associação Comercial de F.Westphalen.          Em 1962 o casal Pompilio e Ernestina integrou o grupo de 100 sócios Jubilados do Clube Harmonia, contribuindo com 15 mil cruzeiros para a construção da sede social.          Em 1975 participou do grupo de empresários que contribuiu com 500 cruzeiros para aquisição de um caminhão para uso de bombeiros.          O casal, também emintegrou o grupo que promoveu a organização do Movimento de Cursilho de Cristandade na paróquia da Catedral, em 1982. Ao longo dos mais de 30 anos, o casal teve intensa atividade nos encontrosatravés de trabalhos, palestras etc.          Ernestina lembrou quena metade da década de 50 o Medico Enio Flores de Andrade  atendia os pacientes em Osvaldo Cruz, transformando a casa da família Barros em mini consultório. A esposa doDr. Enio, dona Alda fazia as vezes de secretaria acompanhando nas visitas  e atendimentos médicos domiciliares.          HOMENAGEM.          No dia 24 de maio de 2009 o casal recebeu a Comenda o Barril. (fonte: Historiador Vilson ferigollo )    

Mais notícias