Ouça Agora

95.9 FM / AM 1160

Julgamento do caso Bernardo Boldrini é retomado nesta terça-feira

Às vésperas de completar cinco anos, o caso da morte do garoto Bernardo Uglione Boldrini está perto do desfecho. Começou ontem o julgamento dos acusados do crime: o pai do menino, Leandro Boldrini; a madrasta, Graciele Ugulini, e os irmãos Edelvânia e Evandro Wirganovicz. Eles respondem por homicídio qualificado, ocultação de cadáver e falsidade ideológica. O julgamento, em Três Passos, no Rio Grande do Sul, pode durar até uma semana.

Logo pela manhã de ontem, 11,  foram sorteados os sete participantes do Tribunal do Júri. No julgamento serão ouvidas 18 testemunhas, cinco da acusação, nove pela defesa de Leandro Boldrini e quatro pela defesa de Graciele Ugulini. Na sessão de ontem, apenas duas das delegadas que participaram da apuração do caso deram depoimento: Caroline Bamberg Machado e Cristiane Moura.

Depois dos depoimentos, haverá interrogatório dos réus. Por fim, ocorrerão os debates, com quatro horas para o Ministério Público e quatro horas a serem divididas entre os réus. O julgamento continua hoje, a partir das 9h.

Fonte: CP

Mais notícias