Ouça Agora

95.9 FM / AM 1160

Indústria de máquinas agrícolas e rodoviárias projeta crescimento de 2,9% nas vendas

Estimativa é da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea)

A indústria de máquinas agrícolas e rodoviárias projeta crescimento de 2,9% nas vendas internas durante o ano de 2020, após recuo de 8,4% registrado no ano passado. A estimativa é da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), que divulgou levantamento nesta terça. O segmento espera que sejam comercializadas 45 mil unidades, mais do que as 43,7 mil registradas no ano de 2019. Nas exportações, a projeção de crescimento é de 1%, com 13 mil máquinas. A produção, por sua vez, deve crescer 5,4%, chegando a 56 mil unidades.


Executivos do setor reconheceram que o desempenho da indústria de máquinas ficou abaixo do esperado em 2019. A projeção da Anfavea era vender 46 mil máquinas no ano passado. O desempenho ficou 8,4% abaixo dos números de 2018. Segundo o vice-presidente da área de máquinas da Anfavea, Alfredo Miguel Neto, o cenário foi influenciado pela oferta de crédito e pela falta de previsibilidade. "Durante um certo período do ano, principalmente durante a Agrishow (feira ocorrida entre abril e maio, em Ribeirão Preto), tivemos falta de crédito equalizado, o que impactou o setor no investimento de bens de capital e investimento em tecnologia", observou.

Para 2020, Miguel Neto pondera que é necessário observar como se dará a finalização do Plano Safra atual (2019/2020) e quais serão as medidas anunciadas pelo governo para o próximo ciclo. No início do ano passado, a Anfavea havia projetado um incremento de 10,9% nas vendas internas para 2019, que posteriormente foi revisado para baixo. 

 

 

 Foto: Alina Souza /

Mais notícias