Ouça Agora

95.9 FM / AM 1160

Incêndio volta a atingir área de conservação em Viamão, RS

Segundo bombeiros, fuligem atinge casas e gera incômodo a moradores.Região do distrito de Águas Claras também registrou incêndio no domingo. Segundo bombeiros, fuligem atinge casas e gera incômodo a moradores.Região do distrito de Águas Claras também registrou incêndio no domingo.

Um incêndio de grandes proporções voltou a consumir nesta segunda-feira (8) o Banhado dos Pachecos, uma unidade de conservação ambiental do governo do estado localizada em Viamão, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Segundo os bombeiros, a mesma região já havia sido atingida por fogo neste domingo (7), mas o calor intenso voltou reativar focos de chamas no local.Não há risco para residências, mas a fuligem intensa gera incômodo aos moradores, de acordo com a corporação. O trabalho, segundo os bombeiros, é dificultado pelas características da região, onde banhados e animais, como jacarés e cobras, inviabilizam o acesso. A expectativa é de que o combate às chamas prossiga ao longo da madrugada desta terça (9). Sem iluminação, a prioridades dos bombeiros e garantir a segurança de casas mais próximas no distrito de Águas Claras. A expectativa é de que a chuva que cai sobre a Região Metropolitana de Porto Alegre ajude a extinguir as chamas. Criada em 2002, a unidade de conservação é chamada pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente de "Refúgio de Vida Silvestre Banhado dos Pachecos". Com mais de 2.543,4662 hectares, o banhado, de acordo com a Secretaria Estadual do Meio Ambiente, apresenta alta biodiversidade de flora e fauna, sendo inclusive constatada a presença de espécies ameaçadas de extinção. Além disso, segundo a pasta, é um dos únicos locais do estado onde há ocorrência do cervo-do-pantanal. Jacarés-de-papo-amarelo, que utilizam seus refúgios para nidificar e criar seus filhotes, também podem ser vistos na região. (Nelson Buzatto) 

Mais notícias