Ouça Agora

95.9 FM / AM 1160

Grupo de Polícia Ambiental realiza fiscalização em São José das Missões

Foi constatado mortandade de abelhas causado pelo uso de inseticida em uma lavoura
Foto: Divulgação Patram Frederico Foto: Divulgação Patram Frederico

Na quinta-feira (3) atendendo denúncia, a guarnição do Grupo de Polícia Ambiental – Patram- deslocou-se até a Linha Progresso, município de São José das Missões, onde foi constatado mortandade de abelhas. Suspeita-se que o fato tenha sido causado pelo uso de inseticida em uma lavoura de soja, com o intuito de acabar com um inseto conhecido por “raspador” (Tamanduá do soja), juntamente com um produto utilizado para secar o nabo existente em meio ao cultivo. Conforme os policiais o produto deveria ter sido utilizado antes da floração do nabo, mas segundo o acusado, na época não havia umidade suficiente no solo. Ainda, segundo o acusado, o ato não foi intencional, pois no momento não tinha conhecimento, tampouco foi orientado pelo técnico agrícola que tal inseticida poderia atingir outras espécies.

O produto utilizado foi “MUSTANG 350CE”, do qual foi apresentado nota e receituário. A Policia Ambiental visitou cada propriedade dos apicultores próximos, onde foi feito todo o levantamento fotográfico. Foram registrados 04 boletins de ocorrência nas propriedades de 04 apicultores, num total de 82 caixas atingidas, com perda total dos animais e do produto que estava por ser colhido. Os Boletins de ocorrência são lavrados pela própria Policia Ambiental, e após será feito todo o relatório e encaminhado ao Ministério Público para as providencias cabíveis ao caso.

(Fonte: Patram Frederico)

Galeria de imagens
Mais notícias