FM 95.9 -FM106.5

AM 1160

Governo atende Sistema Cresol e OCB e recompõe orçamento para crédito rural

Sistema Cresol, Organização das Cooperativas do Brasil e demais entidades da Agricultura Familiar comemoram decisão
Fotos: Divulgação Cresol Fotos: Divulgação Cresol

Após semanas de impasse, o governo apresentou na última sexta-feira o Projeto de Lei do Congresso Nacional (PLN) 4/2021, com o objetivo de realocar recursos no Orçamento da União.

A proposta atendeu ao pleito do Sistema Cresol, da Organização das Cooperativas do Brasil, OCB e demais organizações do setor agropecuário que buscavam uma solução para recursos que foram cortados das subvenções ao crédito rural de Pronaf, Custeio e Investimento. Havia também preocupação quanto à operacionalização de recursos no Plano Safra vigente 2020/2021.

O projeto enviado prevê suplementação de R$ 3,7 bilhões para a subvenção do crédito rural, mais do que os R$ 2,5 bilhões que estavam no Orçamento original enviado pelo governo e que havia sido cortado durante a tramitação no Congresso Nacional.

A proposta prevê a recomposição de R$ 1,35 bilhão para subvenção ao crédito do Pronaf, R$ 550 milhões para custeio agropecuário e R$ 1,66 bilhão para investimento rural e agroindustrial, além R$ 25 milhões para AGF, R$ 97 milhões para alongamento de dívidas para crédito rural e R$ 43 milhões para garantia e sustentação de preços na comercialização. Assim, o governo busca garantir recursos para finalizar a atual safra e sustentar o investimento na safra que se inicia em julho de 2021.

O Presidente do Sistema Cresol, Cledir Magri, destaca que os debates sobre os recursos para o próximo Plano Safra já se arrastavam nos últimos meses, e que a organização de importantes entidades defensoras do agronegócio e da agricultura familiar foi fundamental para garantir os recursos da próxima edição do plano.

- O grande compromisso da Cresol é acompanhar os debates sobre a liberação de recursos da politica agrícola voltada ao Plano Safra. Participei nos últimos 40 dias de reuniões com o Ministério da Agricultura, Ministério da Economia e Banco Central e agora conseguimos uma reprodução do atual Plano Safra para o próximo,praticamente nas mesmas condições, afirmou Magri.

 Esta é uma vitória que contou com a atuação direta da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, na negociação com outros órgãos do governo. Nas últimas semanas, o Sistema Cresol, OCB, Frencoop, FPA e outras entidades do setor agropecuário estiveram mobilizadas e em contato com o Mapa e com o Ministério da Economia resolver a questão.

 As entidades unidas irão continuar acompanhando de perto os debates sobre o tema para garantir a devida alocação de recursos para o Crédito Rural.

Mais notícias