Ouça Agora

95.9 FM / AM 1160

Governador participa de reunião do Centro de Operações de Emergência

Encontro com técnicos da Secretaria da Saúde e de Planejamento teve a presença do vice Ranolfo e dos secretários Arita e Gastal
Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini

O governador Eduardo Leite participou, na noite deste domingo (15/3), de reunião do Centro de Operações de Emergência (COE), no Centro Estadual de Vigilância em Saúde, na capital. O encontro contou com a participação de técnicos da Secretaria da Saúde e de Planejamento, Orçamento e Gestão. Também estiveram presentes o vice-governador e secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, e os secretários Arita Bergmann (Saúde) e Claudio Gastal (Governança e Gestão Estratégica). Nesta segunda-feira (16/3), o secretariado se reunirá, com base no que foi discutido na reunião de domingo, para definir medidas que serão adotadas no Estado.

Considerando a chegada do outono e do inverno, o governador entrou em contato com os governadores de Santa Catarina e do Paraná para que ações sejam pensadas em conjunto. "Os três Estados do Sul costumam ter um inverno bastante rigoroso, com propagação de doenças respiratórias, e também têm um perfil demográfico bastante semelhante. Faz sentido que estejamos trabalhando em conjunto", afirmou.

Leite também entrou em contato com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e uma visita dele ao Estado está sendo organizada para ainda esta semana, com a participação dos governadores Carlos Moisés (SC) e Ratinho Júnior (PR).

Desde os primeiros sinais da Covid-19, na China, o governo do Estado vem se reunindo e discutindo medidas a serem tomadas para evitar a propagação do vírus. O primeiro caso de coronavírus no RS foi confirmado no dia 5 de março. Até agora, o Estado tem sete casos (cinco em Porto Alegre, um em Caxias do Sul e um em Campo Bom). O morador de Campo Bom, primeiro caso, já está curado. O COE foi montado ainda no começo do ano e tem centralizado todas as análises e estudos sobre o coronavírus no Estado.

Mais notícias