FM 95.9 -FM106.5

AM 1160

FW: município luta contra a bandeira vermelha

Cidade entrou com recurso, porém, se negado, o município volta a ter classificação de alto risco e terá que se adaptar a regras mais rígidas
Foto - Reprodução Foto - Reprodução

Após uma piora nos indicadores de propagação e ocupação de leitos de covid-19, a região de Palmeira das Missões retornou a bandeira vermelha na última sexta-feira, 6. Pertencente a esta região, Frederico Westphalen entrou com recurso e aguarda a decisão que deverá sair até às 18h de hoje. 

Se o recurso for negado, o município seguirá na classificação de alto risco e terá que se adaptar a regras mais rígidas. Em entrevista ao Complexo Luz e Alegria, o assessor jurídico da administração de Frederico Westphalen, Jonathan Carvalho, alertou para o possível resultado. “Pensando na nossa realidade com responsabilidade, dentro dos critérios, entramos com recurso para ficar na bandeira laranja, embora não seja muito provável”, relata. 

Entre as condições da bandeira vermelha, somente serviços essenciais poderão funcionar com restrições. Serviços não considerados essenciais terão suas portas fechadas e poderão atender somente no modo tele-entrega e take away. “Volta ao ponto de fechar as lojas de serviços não essenciais, os essenciais ainda terão redução de trabalhadores”, destaca Carvalho.

Segundo o assessor jurídico, ações em conjunto com a brigada Militar têm sido realizadas em relação a fiscalização que possui uma grande demanda. “São muitas denúncias, por isso, colocamos algumas imposições para caracterizar essas aglomerações e aumentamos os valores das multas”. 

Ainda de acordo com ele, “os relatos da equipe de saúde são no sentido de que a maioria das contaminações, são por encontros familiares e reuniões, não no comércio”, diz. 

Confira a entrevista completa: 

Vídeo
Mais notícias