Ouça Agora

95.9 FM / AM 1160

Fim de semana de Nossa Senhora Aparecida terá Viagem Segura

A 108ª edição da Viagem Segura se estende por três dias
Foto: Divulgação Detran Foto: Divulgação Detran

Sábado é feriado nacional de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil. Mas também é o Dia das Crianças e muitos pais, avós, padrinhos ou tios estarão circulando pelas rodovias e vias municipais do Estado transportando os pequenos. Com o objetivo de preservar vidas, Polícia Rodoviária Federal (PRF), Brigada Militar (BM), Comando Rodoviário da BM (CRBM), DetranRS e Polícia Civil estarão mobilizados na Viagem Segura de Aparecida.

A 108ª edição da Viagem Segura se estende por três dias, desde a zero hora desta sexta-feira (11/10) até a meia-noite de domingo (13/10), com intensiva na fiscalização e realização de ações educativas pelas instituições parceiras que colaboram na Viagem Segura: órgãos de trânsito municipais (EPTC na capital), ANTT, DNIT, Cetran/RS, Daer, Empresa Gaúcha de Rodovias e Famurs.

Acidentalidade

A análise dos acidentes fatais decorrentes dos feriados de Nossa Senhora Aparecida (2007-2018) aponta que a média de mortes foi de 6,5 por dia, o que corresponde a dizer que a cada 3 horas e 41 minutos, aproximadamente, uma pessoa perde a vida no trânsito. No ano passado, em quatro dias ocorreram 15 acidentes fatais, que resultaram em 21 mortes, contabilizado o acompanhamento das vítimas até 30 dias após a ocorrência.

A análise da data nos últimos 12 anos aponta um pico de acidentalidade fatal em 2010, quando morreram 40 pessoas em cinco dias. A menor média histórica foi em 2011 (quatro mortes/dia), e a maior em 2016 (média de 12 mortes/dia). De 2007 a 2018, 254 vidas foram perdidas nos feriados de Nossa Senhora Aparecida. 

Ações de comunicação

Estará no ar a campanha A escolha é sua, assinada pelas instituições parceiras da Viagem Segura. Com peças para televisão, rádio e redes sociais, a campanha aborda dois dos comportamentos de risco mais frequentes e nocivos observados na estrada: o excesso de velocidade e a falta de uso do cinto de segurança. A proposta é mostrar ao condutor que, além das leis de trânsito, há as leis da física, que, quando desrespeitadas, geram graves consequências.

Também haverá distribuição de adesivos do Movimento Empatia no Trânsito - você no lugar do outro, e do Guia da Viagem Segura, material educativo com importantes orientações sobre condução segura, nas praças de pedágio da CCR Via Sul e da EGR.

A diretora institucional do DetranRS, Diza Gonzaga alerta para o cuidado com as crianças.''Muitas famílias vão levar seus filhos para passear e curtir o feriado, então lembre-se que o seu abraço aquece, conforta, mas no automóvel ele não protege, por isso use sempre a cadeirinha e o cinto de segurança. Com as crianças todo o cuidado é pouco. Elas podem ser descuidadas, os adultos não! Dirija com prudência e exerça empatia em relação àqueles que compartilham a via com você, para só trazermos boas lembranças. Nunca dirigir depois de beber, não exceder a velocidade, só fazer ultrapassagens em locais permitidos e usar os equipamentos de segurança são atitudes que salvam vidas''.

Mais notícias