Ouça Agora

95.9 FM / AM 1160

Exército divulga balanço da Operação Ágata

Atividades na região de Nonoai tiveram início na última segunda-feira, 3 de junho

O Exército Brasileiro, através da Artilharia Divisionária/3, realizou, de 3 a 7 de junho, a Operação Ágata, com o objetivo de prevenir e reprimir delitos transfronteiriços e ambientais na região. Essa operação interagências contou com participação da Polícia Civil e da Brigada Militar, tendo como objetivo estabelecer pontos de controle estratégicos na Fronteira Norte do Rio Grande do Sul.

Até  agora, foram realizados 38 postos de bloqueio nas estradas da região, sendo que 941 veículos foram vistoriados. Foi feita a ocupação da Usina de Monjolinho (defesa de estrutura estratégica). Onze estabelecimentos comerciais de produtos controlados (armas, munições e afins) e 14 caçadores, atiradores e colecionadores (CAC) foram fiscalizados nas cidades de Erechim, Getúlio Vargas e Nonoai, com um total de cinco autuações e sete notificações.

Uma prisão foi efetuada numa ação interagências com a Polícia Civil, em consequência de cumprimento de mandado de busca e apreensão de armas e telefone celular. Ocorreu uma Ação Cívico Social, na praça de Nonoai, com exposição de material, divulgação de conteúdo institucional e apresentação da Banda de Música da AD/3, nos horários de 10h e 13h30.

Mais notícias