FM 95.9 -FM106.5

AM 1160

Escola básica da URI é destaque em vestibulares Federais

O ensino médio da URI-FW possibilita aos alunos, além dos ensinamentos em sala de aula, estudos de extensão, laboratórios, e diversas oportunidades de se alcançar objetivos. O ensino médio da URI-FW possibilita aos alunos, além dos ensinamentos em sala de aula, estudos de extensão, laboratórios, e diversas oportunidades de se alcançar objetivos.

Dois alunos destacaram-se em suas posições de aprovação em vestibulares amplamente concorridos deste ano. Lorenzzo Mantovani de 17 anos, obteve aprovação em 1º lugar em Engenharia Aeroespacial na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e Nícolas Oliveira Moura de 16 anos, ainda cursava o 2º ano, obteve aprovação para Agronomia na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).A disciplina é fundamental para se atingir os objetivos, mas para Nícolas não existe uma receita universal, pois todos têm particularidades. “O que vale é encarar a realidade e na medida do possível ter planejamento do que se quer. Por exemplo, mesmo não sabendo muita coisa sobre o conteúdo de Ensino Médio resolvi prestar ENEM na 8ª série pois uma bagagem de conhecimento não se conquista do dia pra noite, mas aos poucos e com muita persistência e paciência”, sugere Nícolas que agora vai para o 3º ano da Escola da URI.Lorenzzo ressalta que o mais importante é ter foco, depois ver qual modo de estudo apresenta melhor desempenho, já que isso depende da pessoa, e enfatiza que em relação ao futuro como em uma profissão, ele acredita que fazer o que gosta é a chave, já que o trabalho/estudo se torna atrativos.Alunos que se destacam e interessam com esse perfil de metas e têm claro o caminho que querem, melhoram muito o convívio com outros colegas motivando a busca deles, explicou a Diretora da Escola Básica da URI-FW Eliana Maria Balcevicz Grotto. - Eles aproveitaram as oportunidades que a escola disponibilizou, como estudos extracurricular, práticas em laboratórios e acompanhamento dos professores -, salienta a Diretora.Passagem do sucessoNícolas destaca que estuda na Escola Básica da URI todos os dias pela manhã e segundas e quartas à tarde, além disso, geralmente estuda em média 1h30min a mais em casa. “Porém, pelo fato de este ano ser o do vestibular pra valer, pretendo intensificar os estudos”, ressalta o estudante.Muito curioso, Lorenzo fez de sua via para a aprovação, estudar durante a manhã e tarde na escola, utilizando o tempo que sobrava para estudar em casa, mas ele lembra que desde pequeno quis saber como as coisas acontecem ou por quê. Ele exalta que isso o aproximou bastante da física pela explicação de fenômenos assim como da ciência em geral como biologia e química e acabava pesquisando esses tópicos no seu tempo livre por diversão.Estudar é fundamental, mas saber como se aprende também é, para isso Nícolas indica que não se deve estudar com sono, “durma e estude descansado, o rendimento é muito melhor”. Ele ainda conta que estuda ouvindo música clássica às vezes e que essa é dica de sua Professora de Literatura. “Ela disse que viu um estudo que a frequência dessa música combinada a um volume bem baixinho facilita na concentração, e realmente, adiantou muito no meu caso”, comentou.Fazer pausas de 40 em 40 minutos de estudos é outra dica do estudante, pois esse é o tempo máximo em que fica realmente concentrado “então dou um tempo de 5 min pra comer algo e descansar”, relatou.Com esses resultados obtidos a Diretora assinala que isso mostra à todos os jovens que vale a pena estudar, que a adolescência é momento de se divertir e aproveitar mas também é momento de muita dedicação.Uma rotina diferenteFazer exercícios regularmente é algo cotidiano para Nícolas que diz não ter esporte favoritos mas pratica todos sem problema o jovem também gosta de ler quando tem tempo. - Agora nas férias o que mais faço é ajudar nas atividades da firma, como na lida de gado, entre outros; pois meu pai sempre diz que tenho que saber de onde sai o dinheiro, acho essa cobrança muito saudável e positiva, embora às vezes tenho que acordar cedo em plenas férias, entendo que é por um bom motivo -, aponta Nícolas.Lorenzzo até jogava no computador, “mas não durante o 3º ano”, enfatiza, e como hobby gosta de praticar tiro ao alvo com arco. Entretanto o seu maior passatempo é montar coisas, como robôs e programá-los.- Quanto ao futuro, prefiro ir com calma, pois ainda dependo de meus pais, mas acredito que se você sempre fizer as coisas bem feitas e com dedicação o sucesso é apenas uma consequência -, avalia Nícolas. E finaliza, “sempre tenha em mente o porquê de você se dedicar a algo, nunca gasto meu tempo em vão”.Títulos e aprovaçõesLorenzo:1º lugar em Engenharia Elétrica - UPF 2º lugar em Engenharia Elétrica – UPF 1º lugar em Engenharia Aeroespacial – UFSM1º ano do ensino médio - Menção Honrosa nas Olimpíadas de Química do RS2º ano do ensino médio - 4° lugar nas Olimpíadas de Química do RS 3º ano do ensino médio - 4° lugar nas Olimpíadas de Química do RS e Menção Honrosa nas Olimpíadas de Química NacionalNícolas:Agronomia – UPFMedicina Veterinária – UPFAgronomia – UFRGS6ª série - Menção Honrosa - Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP)Mérito Legislativo em 2010 pelo projeto: Vereador Mirim - A Câmara vai a EscolaAprovado em 1º lugar na prova de seleção do Colégio Agrícola de Frederico WestphalenAprovado em 3º lugar na seleção de bolsas da Escola Básica Da URI

Mais notícias