FM 95.9 -FM106.5

AM 1160

Em nota Fiergs critica aprovação do reajuste do ICMS

 Para presidente da entidade, Estado terá cenário mais crítico com a medida  Para presidente da entidade, Estado terá cenário mais crítico com a medida

Minutos após a aprovação do aumento da alíquota do ICMS, a Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (Fiergs) emitiu uma nota criticando o tarifaço do governo do Estado. A entidade apresentou uma pesquisa na qual, conforme os dados, 91% da população se dizia contra o reajuste. “Lamentamos que os arranjos políticos e a manobra do retorno de secretários de Estado às funções parlamentares deram a margem necessária ao governo do Estado. O Rio Grande do Sul, que já sofre os prejuízos da situação da economia nacional, agora terá o cenário estadual mais crítico”, afirmou o presidente da entidade, Heitor José Müller.Müller alertou para as consequências do aumento e disse acreditar que haverá um êxodo de empresas do Estado. “O que o governo fará com a receita a mais de impostos? Esta é a questão. Se gastar tudo mês a mês, não terá recursos para os investimentos necessários. Então vamos travar a economia gaúcha, com desemprego, prejuízos sociais, e a redução da competitividade das empresas. O Rio Grande do Sul será um dos Estados mais caros para produzir e viver.”O aumento de ICMS no Rio Grande do Sul ocorreu após uma longa sessão na Assembleia Legislativa. A matéria foi defendida pelo governo e foi aprovada por apenas um voto de diferença. (Nelson Buzatto) Foto: Mauro Schaefer 

Mais notícias