Ouça Agora

95.9 FM / AM 1160

Em Brasília, Sartori pede liberação de R$ 200 milhões para pagar salários

Governador tem reunião com o ministro da Fazenda, Joaquim Levy.Recursos são do Fundo de Incentivo às Exportações e da Lei Kandir. Governador tem reunião com o ministro da Fazenda, Joaquim Levy.Recursos são do Fundo de Incentivo às Exportações e da Lei Kandir.

O governador José Ivo Sartori e o secretário da Fazenda, Giovani Feltes, se reúnem nesta quinta-feira (23) com o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, em Brasília, para pedir o repasse de R$ 200 milhões ao estado. Deste valor, R$ 150 milhões são do Fundo de Incentivo às Exportações que deveriam ter sido depositados em janeiro, além dos recursos provenientes da Lei Kandir (compensações pela desoneração fiscal em exportações). De acordo com Palácio Piratini, a verba é fundamental para assegurar o pagamento dos salários de abril do funcionalismo. Caso não haja liberação dos recursos, aumenta o risco de parcelamento. Na tentativa de honrar o compromisso com os servidores estaduais, como fizera em março, Sartori também deverá sacar novos valores em depósitos judiciais. No mês passado, o governo teve dificuldades para equilibrar as finanças e conseguir pagar os salários dos servidores. Durante mais de um mês, representantes do Executivo deram entrevistas dizendo que os vencimentos poderiam ser parcelados. Diante da possibilidade, entidades e sindicatos entraram na Justiça para tentar garantir o pagamento, o que acabou acontecendo sem necessidade de intervenção judicial. Em pouco mais de 100 dias, o Piratini afirma que economizou R$ 120 milhões com as medidas de contenção de gastos, que até agora têm sido a principal do governo. A previsão é de os cortes resultem em uma economia de R$ 600 milhões até o final do ano.  O déficit do estado que hoje é estimado em R$ 5,4 bilhões, deve alcançar R$ 7 bilhões até 2018, quando termina o mandato do peemedebista.

Mais notícias