Ouça Agora

95.9 FM / AM 1160

Diante da crise na segurança, igreja traz reflexão sobre cultura de paz

Igreja traz a reflexão para a superação da violência
Foto: Divulgação CNBB/Dom Leonardo Steiner, secretário-geral da CNBB. Foto: Divulgação CNBB/Dom Leonardo Steiner, secretário-geral da CNBB.

Em meio ao caos que o país tem enfrentado na segurança pública, com mais de 61 mil assassinatos por ano, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) reúne os fiéis para refletirem durante a Quaresma sobre as maneiras de superação da violência.

Na quarta-feira de Cinzas, a entidade lançará a Campanha da Fraternidade deste ano, com o tema “Fraternidade e superação da violência” e o lema “Vós sois todos irmãos”.

O secretário-geral da CNBB, dom Leonardo Ulrich Steiner, explica que a intenção é construir a fraternidade por meio da promoção de uma cultura de paz, reconciliação e  justiça. A entidade preparou um estudo sobre diversos caminhos que podem ser trilhados, entre eles, o comportamento da sociedade nas redes sociais, o apoio aos jovens e o reforço ao Estatuto do Desarmamento. “A paz é fruto da justiça e não do armamento. Ele sequer é uma forma preventiva para se conter a violência. Na verdade, o armamento é um dos instrumentos que contribui para as manifestações de violência”, afirma Steiner.

A Campanha da Fraternidade é realizada pela CNBB desde os anos de 1960 e já tratou da violência tanto de maneira direta e explícita como apontando a presença dela em vários outros temas, disse o secretário-geral da CNBB.

Fonte: Correio Braziliense

Mais notícias