Ouça Agora

95.9 FM / AM 1160

Creluz: nasce a Subestação Pinhal Augusto Moro

Lançamento da pedra fundamental será no dia 17 de março
FOTO - Divulgação FOTO - Divulgação

Será no dia 17 de março, a partir das 10h, a solenidade de lançamento da pedra fundamental da Subestação Pinhal Augusto Moro. O ato vai ter mais de um momento, um no local da estrutura e outro na Fundaluz. Também haverá almoço. A subestação ficará instalada em área de 15 mil m2. O investimento nesta obra é superior a R$ 22 milhões. A capacidade para distribuição de energia é de até 50 MW médio, o que daria para abastecer uma população de, aproximadamente, 150 mil pessoas.

Localizada na Linha Pitol, em Pinhal, s subestação tem projeto composto por três etapas – civil, eletromecânica e elétrica –, sendo que a primeira fase está sendo finalizada. Após entrar em operação vai atender, através de suas linhas, as regiões de Rodeio Bonito, Planalto, Ametista do Sul, Jaboticaba, Novo Tiradentes e Boa Vista das Missões, abrangendo cerca de 16 mil unidades consumidoras.

Fazem parte do complexo, itens como derivação da linha de transmissão de 138 KV, para interligar com a subestação; redes compactas de distribuições para conectar os alimentadores que atendem os diversos municípios abrangidos; transformadores que servem para rebaixar as tensões de 138 KV para 23 KV; prédios de comandos, onde ficam os painéis com todo o telecomando e sistema de proteção; disjuntores de alta tensão; seccionadores (chaves); estrutura civil como pórtico e bases para equipamentos necessários para o funcionamento.

* Márcia Sarmento - jornalista - Jornal Folha do Noroeste

Mais notícias