Ouça Agora

95.9 FM / AM 1160

Conhecimento compartilhado com a comunidade

Escola Estadual Técnica José Cañellas realiza 14ª Mostra Pedagógica na próxima terça, 19
FOTO - Márcia Sarmento FOTO - Márcia Sarmento

A Escola Estadual Técnica José Cañellas realiza na próxima terça, 19, a 14ª edição da Mostra Pedagógica da instituição. Neste ano, 95 trabalhos realizados de forma interdisciplinar estarão expostos, sendo 57 da educação profissional e 38 do ensino médio. O evento ocorre no ginásio da escola, em três turnos: das 8h30 às 11h30, das 13h30 às 16h30 e das 19h15 às 21h30, aberto à toda a comunidade e com entrada gratuita.

A expectativa da direção é que mais de mil pessoas participem da visitação. Conforme a diretora da escola, Clarice Carmen Ceolin Algeri, escolas da região, como dos municípios de Palmitinho e Rodeio Bonito já confirmaram a presença de alunos. “O objetivo da mostra, que já é tradicional, é divulgar para a comunidade os trabalhos que os alunos realizam durante o ano, compartilhando o conhecimento produzido na escola com a comunidade”, ressalta a diretora.

Nesta semana, autoridades; instituições de ensino, como outras escolas e universidades parceiras, receberam a programação. Um aromatizador de ambientes, confeccionado pelos alunos, nas disciplinas de ciências da natureza, integrou o convite. Vários temas são abordados nos trabalhos como gestão de pessoas, marketing digital, planejamento orçamentário familiar, entre outros.

Cursos técnicos e novo ensino médio

Na ocasião, interessados poderão fazer a inscrição para os cursos técnicos mantidos na escola: em Administração (40 vagas), Contabilidade (40 vagas), Secretariado (40 vagas), Enfermagem (54 vagas). É necessário apresentar carteira de identidade e CPF, endereço completo e número de telefone para contato. O sorteio público será no dia 4 de dezembro, às 19h15, na escola. As matrículas entre 2 e 17 de janeiro de 2020.

Também haverá atendimento para ingresso no novo ensino médio (a partir do 1º ano), modalidade de ensino que está sendo implantada pelo Ministério da Educação no Brasil e será obrigatório a partir de 2022. O Cañellas é uma das 300 escolas no Rio Grande do Sul e das 11 da 20ª Coordenadoria Regional de Educação (20ª CRE) que serão piloto para a implantação do curso, já a partir de 2020. A principal diferença na nova proposta é que das 3 mil horas de curso, 1200 serão itinerários formativos escolhidos pelos próprios alunos.

*Márcia Sarmento - jornalista - Jornal Folha do Noroeste

Mais notícias