Ouça Agora

95.9 FM / AM 1160

Cobras são encontradas no Centro de Chapecó

Os animais aparecem nas áreas urbanas em busca de abrigo e alimentos

O surgimento de cobras em bairros e no centro de Chapecó, no Oeste de Santa Catarina, nos últimos dias coloca em alerta a Vigilância Epidemiológica. O órgão municipal informa que neste ano foram registrados dois acidentes, com pessoas picadas pelos animais. Em 2018, ocorreram dez, nas áreas urbanas e rural. Todas as pessoas tomaram soro antiofídico e passam bem.

Entre as cobras encontradas, várias dentro de residências, estão jararaca, urutu, coral e cobra-verde. Segundo o biólogo da Secretaria Municipal de Saúde Junir Lutinski, as cobras são mais ativas nesta época de calor e por isso são vistas pela população. “Eles acabam procurando abrigo e alimentos que, muitas vezes, não encontram em seu ambiente natural.” 

Conforme o biólogo, o aparecimento em áreas urbanas está associado a dois principais fatores, o lixo em terrenos baldios e quintais e o mato alto nesses espaços, propiciando que encontrem abrigo e presas. “A grande maioria das espécies são inofensivas e todas ajudam no controle de pragas, especialmente ratos, mas fica o alerta à população para que evite matar caso as encontre.” As cobras são capturadas pelo Corpo de Bombeiros e Polícia Ambiental e depois soltas na mata nativa. Em casos de acidentes, deve ser procurado o serviço de saúde mais próximo. 

 

Foto: Junir Lutinski 

Mais notícias