Ouça Agora

95.9 FM / AM 1160

Cinco morrem afogados no final de semana no RS

Bombeiros ainda procuram por duas pessoas desaparecidas Bombeiros ainda procuram por duas pessoas desaparecidas

Desde 1º de dezembro, o Rio Grande do Sul registrou média de um afogamento por dia. Somente nesse final de semana, pelo menos cinco pessoas morreram em águas gaúchas. Além disso, mais duas pessoas seguem desaparecidas: uma em Pelotas, na região Sul, e outra em Terra de Areia, no Litoral Norte.No domingo, um jovem de 18 anos desapareceu após cair de um jet ski nas águas da Lagoa Itapeva, em Terra de Areia. As buscas, inclusive, foram retomadas nessa manhã pelas equipes do Corpo de Bombeiros de Terra de Areia e da Agência de Capitania dos Portos de Tramandaí. Testemunhas apontaram que a vítima teria feito uma manobra perigosa. Além disso, os bombeiros avaliam que a tendência é que o piloto estivesse em alta velocidade.Já em Pelotas, as buscas também foram reiniciadas nessa manhã a uma jovem de 17 anos que está desaparecida desde ontem após se banhar no Arroio Pelotas, embaixo da ponte da BR 116. Com a falta de efetivo, segundo os bombeiros da região, a alternativa foi solicitar apoio dos mergulhadores do Grupo de Rio Grande. Dois mergulhadores da cidade auxiliam nas buscas. Os profissionais relatam que a correnteza é forte no rio e que a área é extensa.• Em Pelotas, no Canal de São Gonçalo, Luiz Eduardo Araújo Fonseca, 19 anos, morreu após se afogar.• Na Praia do Mar Grosso, em São José do Norte, Júlio Fabiano Silveira Nunes, 5 anos, ficou desacordado após ser levado pela correnteza. O menino não sobreviveu ao afogamento.• Em São Pedro do Sul, na região Central do Estado, Oberdan de Assis Rodrigues, 36 anos, morreu afogado no Rio Ibicuí, na divisa entre São Pedro e Dilermando de Aguiar. O corpo foi encontrado por um pescador.• No Rio Caí, na Serra, entre Caxias do Sul e Nova Petrópolis, Samuel dos Reis, 21 anos, estava se banhando no local quando se afogou. O corpo foi resgatado por pessoas que estavam nas proximidades.• Em Itaqui, no Fronteira Oeste, Weslem Souza Marques, 19 anos, também acabou morrendo por afogamento no Rio Uruguai. (Nelson Buzatto)  

Mais notícias