FM 95.9 -FM106.5

AM 1160

Chuva deve amenizar efeitos da estiagem no Estado

Nos últimos seis meses, 390 municípios já decretaram situação de emergência
A frente fria, acompanhada de chuvas intensas, está entrado no Estado pela Fronteira Oeste - Foto:Defesa Civil. A frente fria, acompanhada de chuvas intensas, está entrado no Estado pela Fronteira Oeste - Foto:Defesa Civil.

A Defesa Civil do Estado emitiu na tarde de quarta-feira (20/5) um alerta para a possibilidade de chuvas intensas, com risco de temporais, raios, ventos e granizo em diversas regiões do Rio Grande do Sul nos próximos três dias, amenizando a situação de baixos níveis dos rios. Nos últimos seis meses, 390 municípios já decretaram situação de emergência em decorrência da estiagem.De acordo a com meteorologista Cátia Valente, da Sala de Situação da Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Infraestrutura (Sema), “uma frente fria, acompanhada de chuvas intensas, está entrado no Estado pela Fronteira Oeste e será importante para amenizar os efeitos da estiagem”. Ela destacou que os prognósticos indicam que, nos próximos três dias, poderá chover entre 50 e 100 milímetros em muitas cidades gaúchas, gerando uma resposta hídrica positiva para os rios do Estado e umedecer o solo.

De acordo com a meteorologista, a chuva dos próximos dias não resolve por completo a situação da estiagem, mas reduz o impacto dos baixos níveis dos rios. No fim de semana, existe a possibilidade de temperaturas próximas dos 2 °C em diversas cidades e chance de geada na região da Campanha. “O inverno deste ano deve ser marcado por curtos períodos de chuva e frio intenso, diferente de anos anteriores”, explicou Cátia.As nove Coordenadorias Regionais da Defesa Civil no Rio Grande do Sul seguem acompanhando e prestando suporte aos municípios afetados pela estiagem e estão com as equipes de resposta mobilizadas para atender às comunidades em decorrência de eventos adversos.

Texto: Gabriela Figueiredo/Ascom Casa Civil

Mais notícias