Ouça Agora

95.9 FM / AM 1160

Cerca de 300 celulares roubados em Porto Alegre aparecem no Ceará

Carga integrava roubo milionário no depósito da Latam, no aeroporto

A apreensão no Ceará de cerca de 300 dos 3 mil smartphones roubados em fevereiro deste ano no depósito da Latam, junto ao Porto Alegre Airport-Aeroporto Internacional Salgado Filho, surpreendeu a Polícia Civil. Na manhã desta quinta-feira, o titular da Delegacia de Repressão ao Roubo e Furto de Cargas (DRFC), delegado Alexandre Luiz Fleck, não descartava a existência de um esquema nacional envolvendo o roubo de celulares. “A gente já tinha informações de que muitos estavam saindo do RS, mas que foram tão longe, no Ceará, a gente não fazia ideia. Provavelmente existe uma organização muito maior por trás”, comentou. A equipe de investigação da DFRC vai agora entrar em contato com os colegas cearenses em busca de mais informações. “Eles é que nos avisaram”, observou. A apreensão dos 300 aparelhos ocorreu na quarta-feira.

No final de abril, a DFRC desencadeou a operação Cavalo de Tróia para prender os envolvidos no roubo de cerca de R$ 2 milhões em celulares novos, dentro das caixas, de diversos modelos da marca Samsung. Cinco prisões foram efetuadas, incluindo o motorista do furgão de uma transportadora que trabalhava para a companhia aérea. Na época, o delegado Alexandre Luiz Fleck já desconfiava de algo maior. “Existem várias pontas ainda soltas que serão investigadas. Vamos montar o quebra-cabeça", declarou na ocasião. A ação havia sido realizada em Porto Alegre, Canoas, Gravataí, Alvorada, Guaíba, Viamão e Campo Bom.

O roubo 

O ataque à Latam ocorreu na madrugada do dia 26 de fevereiro deste ano quando seis assaltantes fortemente armados e com toucas ninjas renderam os funcionários no depósito. Antes, os criminosos haviam invadido a residência do dono de uma transportadora responsável pelo traslado da mercadoria, obrigando-o a chamar um motorista e um veículo. Com um Fiat Ducato da transportadora, conduzido pelo motorista agora preso, os criminosos ficaram escondidos dentro e ingressaram no depósito da companha aérea sem despertar suspeitas. O carregamento de celulares foi levado sem dificuldades. Mais tarde, o furgão foi encontrado abandonado e incendiado em Alvorada.

Mais notícias