Ouça Agora

95.9 FM / AM 1160

Caso Bernardo: Polícia conclui inquéritos de crimes contra honra de autoridades que atuaram no caso

Postagens na Internet com ofensas particulares foram feitas por advogada de São Paulo Postagens na Internet com ofensas particulares foram feitas por advogada de São Paulo

Nesta segunda-feira, 18 , a Delegacia de Polícia Regional de Três Passos remeteu ao Poder judiciário 05 (cinco) inquéritos policiais que apuravam a autoria de diversos crimes contra a honra de autoridades locais e munícipes da cidade, praticados pela internet.Segundo a polícia, as investigações se iniciaram quando postagens com conteúdo inverídico e ofensas particulares começaram a  em grupos da rede social Facebook contra as autoridades públicas que atuaram no esclarecimento da morte do menino Bernardo Boldrini. Nas postagens, diversas afirmações falsas teriam sido veiculadas na internet, acarretando a proliferação de conteúdo difamatório contra diversas pessoas.A equipe de investigação da polícia conseguiu rastrear a origem da página e das postagens, detectando que a responsável pelas publicações criminosas é uma advogada militante na cidade de São Paulo. A advogada foi indiciada por diversos crimes contra a honra e falsidade. Os delegados informaram, ainda, que há outros procedimentos instaurados para a apuração de fatos análogos, os quais ainda dependem de diligências para serem concluídos.A investigação foi presidida pelos Delegado de Polícia William Garcez, titular da Delegacia de Polícia de Crissiumal, e Gustavo Fleury, titular da Delegacia de Polícia de Santo Augusto, por determinação da DD. Delegada Regional, Cristiane de Moura e Silva Braucks.   Jornalismo LAJosé Luiz QueirozFonte: PO 

Mais notícias