Ouça Agora

95.9 FM / AM 1160

Campanha visa arrecadar fundos para compra de andador

Interact FW lança financiamento coletivo com o objetivo de ajudar a jovem Laura a andar
Foto: Divulgação/Laura tem dez anos, reside em Frederico Westphalen com sua família, e sofre de paralisia cerebral. Foto: Divulgação/Laura tem dez anos, reside em Frederico Westphalen com sua família, e sofre de paralisia cerebral.

O Interact de Frederico Westphalen, cumprindo seu papel social, está realizando uma ação social com o objetivo de ajudar Laura Vitória Lemes Soares a andar.

Laura tem dez anos, reside em Frederico Westphalen com sua família, e sofre de paralisia cerebral desde o nascimento, o que dificulta a sua habilidade motora e restringe a sua independência. “Ela não faz nada sozinha, para comer, se trocar, ir ao banheiro precisa de ajuda”, conta a mãe de Laura, Simone Teixeira Lemes. Para ajudar no tratamento da doença crônica, Laura participa das aulas da Apae, com auxílio de fisioterapia, além de participar de sessões de terapia ocupacional com cavalos. “Com o tratamento ela vem ganhando cada vez mais firmeza nas pernas e em consulta em Passo Fundo foi capaz de andar com o auxílio de um andador”, relata.

Desta forma, com o objetivo de arrecadar fundos para financiar a compra de um andador para Laura e também possibilitar adaptações em sua casa, que visem a acessibilidade do local, o Interact FW organizou uma campanha de financiamento coletivo no site Vakinha, a “Avisa que eu doei”. O objetivo da campanha é arrecadar R$ 20 mil, sendo que cada pessoa pode doar um valor simbólico de sua preferência, por meio do link vakinha.com.br/avisa-que-eu-doei.

Para recompensar aqueles que contribuírem com a campanha e ajudarem a mudar a realidade da Laura, após atingido a meta do financiamento coletivo os organizadores sortearão o vestido utilizado pela cantora sertaneja Naiara Azevedo durante o show na Expofred 2018. “Apresentamos a história da Laura para ela enquanto estava em FW e ela se sensibilizou com a causa e quis contribuir de alguma forma para ajudar”, conta o presidente do Interact, Arthur Dall’Agnol.

 – Com certeza mudaria toda a rotina dela e traria mais qualidade de vida se ela tivesse o andador, poderia ser mais independente e ajudaria no desenvolvimento dela –, finaliza Simone.

Fonte : Interact FW/Darup

Galeria de imagens
Mais notícias