Ouça Agora

95.9 FM / AM 1160

Campanha de vacinação contra gripe pode ser prorrogada no RS

Secretaria Estadual da Saúde vai anunciar decisão até segunda-feira Secretaria Estadual da Saúde vai anunciar decisão até segunda-feira

A possível prorrogação da vacinação contra a gripe no Rio Grande do Sul será definida até a próxima segunda-feira. A Secretaria Estadual da Saúde (SES) informou que até esta sexta-feira 1,9 milhão de pessoas dos grupos prioritários e 617 mil doentes crônicos haviam sido imunizados. Em Porto Alegre, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) já imunizou mais de 415 mil pessoas. Hoje, último dia da campanha no Estado, o movimento foi intenso nas unidades de saúde de Porto Alegre. No posto de saúde da 5ª unidade, no Acesso 2, no bairro Restinga, desde cedo os moradores procuraram a instituição de saúde para realizar a imunização. O aposentado João Francisco Rosa, residente na mesma rua do posto de saúde, deixou para o último para se vacinar contra a gripe. No Centro de Saúde Modelo, no bairro Santana, a movimentação também foi intensa pela manhã. A orientação do Ministério da Saúde é de que todos os municípios devem buscar atingir a meta de 80% dos grupos prioritários, independentemente da campanha, ou seja, mesmo depois de encerrado o prazo, a imunização das pessoas dos grupos de risco será mantida, até que seja atingida a meta. Balanço parcial do Ministério da Saúde mostra que até terça-feira foram vacinados 34 milhões de brasileiros, o que corresponde a 68,5% do público-alvo. A meta é vacinar, pelo menos, 80% do público prioritário, formado por 49,7 milhões de pessoas. As integrantes desses grupos são consideradas as com mais riscos de desenvolver complicações causadas pela doença. O único grupo que já atingiu a meta é o das puérperas (45 dias após o parto), com 357,7 mil de mulheres vacinadas. O segundo grupo com maior cobertura é o dos idosos, com 15,2 milhões de doses aplicadas. Em seguida estão os trabalhadores da saúde, com 2,7 milhões, crianças de seis meses a menores de cinco anos, com 8,1 milhões de doses e as gestantes, com 1,3 milhões de doses aplicadas. Apenas quatro estados já atingiram a meta: Amapá (86,8%), Paraná (81,5%), Espírito Santo (80,68%) e Santa Catarina (80,65%). Entre as regiões do país, a de maior cobertura de vacinação foi na Sul, com 4,7 milhões de doses administradas, o que representa 79,6% do público-alvo. A campanha de vacinação contra a gripe teve início no Rio Grande do Sul no dia 27 de abril. No restante do país, a imunização começou no dia 4 de maio. O encerramento da campanha seria no dia 22 de maio. No entanto, para atingir a meta, o Ministério da Saúde prorrogou a vacinação até o dia 5 de junho. Foto: Tarsila Pereira(Nelson Buzatto)  

Mais notícias