Ouça Agora

95.9 FM / AM 1160

Caminhoneiros promovem novas manifestações em rodovias da região

O maior transtorno foi registrado em Pelotas, onde os policiais rodoviários encontraram seis quilômetros de congestionamento.  O maior transtorno foi registrado em Pelotas, onde os policiais rodoviários encontraram seis quilômetros de congestionamento. 

Caminoneiros realizam na manhã desta segunda-feira uma nova manifestação contra aumento de combustíveis, tributos sobre transporte e a alta do preço dos pedágios. Pelo menos quatro rodovias do Rio Grande do Sul foram bloqueadas pela categoria. A interrupção do tráfego de caminhões ocorre em Boa Vista do Buricá, Ijuí, Pelotas, São Sepé,  Palmeira das Misssões e Seberi. Segundo informações da PRF, os bloqueios ocorreram na BR 472, em Boa Vista do Buricá; na BR 285, em Ijuí; na BR 392, em Pelotas. Na BR 468 em Palmeira das Missões e São Sepé, e na BR 386 em Seberi. O maior transtorno foi registrado em Pelotas, onde os policiais rodoviários encontraram seis quilômetros de congestionamento. Além de se manifestar contra o aumento de combustíveis, os caminhoneiros também reivindicam melhorias nas estradas e a criação de uma tabela com preços fixos a serem cobrados pelo frete por quilômetro rodado, não mais por viagem. Os motoristas, com apoio de outros segmentos, como agricultores e entidades de classe, distribuíram panfletos aos motoristas. Segundo a Policia Rodoviária Federal (PRF), em São Sepé, até o momento ainda não existe congestionamento no local. De acordo com caminhoneiro Dilson Peterine, um dos coordenadores do movimento, o trânsito está sendo liberado para os veículos de passeio, ônibus e ambulâncias.Inormações CP e PRFFoto: Folha do Noroeste(Agostinho Piovesan) 

Mais notícias