Ouça Agora

95.9 FM / AM 1160

Cadastro de aplicadores de agrotóxicos hormonais começa a funcionar no Estado

Neste primeiro momento, 24 municípios devem atender a esta regra

A Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) coloca no ar nesta terça-feira (16/7) o sistema que permitirá o cadastramento de aplicadores de agrotóxicos hormonais no Estado. O cadastro foi determinado pela Instrução Normativa 06/2019 da Seapdr, que estabelece regras para o cadastro dos aplicadores de produtos agrotóxicos hormonais e a necessidade de o produtor prestar informações sobre o uso do produto. O acesso ao sistema está disponível neste link.

O cadastro também poderá ser feito presencialmente nas Inspetorias de Defesa Agropecuária, mediante apresentação de cópia ou original de documento de identidade e CPF do aplicador, certificado do curso de boas práticas agrícolas na aplicação de agrotóxicos e histórico do conteúdo ministrado.

Neste primeiro momento, 24 municípios devem atender a esta regra, no período de julho de 2019 a maio de 2020. Confira a lista:

- Alpestre
- Bagé
- Cacique Doble
- Candiota
- Dom Pedrito
- Encruzilhada do Sul
- Hulha Negra
- Ipê
- Jaguari
- Jari
- Lavras do Sul
- Maçambará
- Mata
- Monte Alegre dos Campos
- Piratini
- Rosário do Sul
- Santiago
- São Borja
- São João do Polêsine
- São Lourenço do Sul
- Santana do Livramento
- Silveira Martins
- Sobradinho
- Vacaria

Agrotóxicos hormonais

Os agrotóxicos abordados pela IN 06/2019 são os que têm como ingrediente ativo principal as auxinas sintéticas, substâncias reguladoras do desenvolvimento vegetal. São as seguintes:

- 2,4-D
- Aminopiralide
- Clopiralida
- Dicamba
- Fluroxipir-meptílico
- MCPA
- Picloram
- Quincloraque
- Triclopir-butolítico

Mais notícias