Ouça Agora

95.9 FM / AM 1160

Brasileiro trabalha mais de 5 meses do ano para pagar imposto, diz estudo

Os brasileiros tiveram que trabalhar até domingo (2 de junho) só para pagar impostos para os governos federal, estadual e municipal, conforme aponta um estudo do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT). Foram 153 dias de trabalho para pagar toda a carga tributária. "Se em 2003 o brasileiro destinou cerca de 36% para pagar tributos, hoje isso ultrapassa os 41%", disse a advogada tributarista e vice-presidente do IBPT, Letícia do Amaral.

De acordo com o estudo, ainda está embutido na conta o custo da corrupção. Dos 153 dias de rendimentos que vão para os cofres públicos, 29 serviram para bancar perdas por desvio e mal uso de verbas.

O IBPT destaca que a carga tributária brasileira foi aumentando ao longo do tempo. Em 1986, o equivalente a 82 dias de trabalho ao ano eram destinados para impostos. Em 1988, isso chegou a 73 dias, o menor nível registrado na série levantada pelo instituto. Desde 2017, são 153 dias.

Apesar de a carga tributária ser alta no Brasil, há países onde ela é igual ou ainda maior, aponta a tributarista do IBPT. O problema, segundo ela, é o que o cidadão recebe em troca dessa alta contribuição. "Muitos países têm números semelhantes e até maiores, a diferença está na devolução desse valor pago em serviços à sociedade", disse Letícia. A Dinamarca, por exemplo, tem uma das maiores cargas tributárias do mundo: lá as pessoas trabalham 176 dias, quase metade do ano, só para pagar tributos. Nos Estados Unidos, são 105 dias. (UOL)

Mais notícias