Ouça Agora

95.9 FM / AM 1160

Biolchi quer mudar quadro da máquina pública gaúcha

Confirmado como futuro chefe da Casa Civil, deputado deixa de ir a Brasília no ano que vem Confirmado como futuro chefe da Casa Civil, deputado deixa de ir a Brasília no ano que vem

O já confirmado pelo governador eleito José Ivo Sartori como futuro chefe da Casa Civil, Márcio Biolchi, afirmou em entrevista à rádio Guaíba na manhã desta sexta-feira que aceitou o desafio para “contribuir no combate às dificuldades crônicas da máquina pública, que é ineficiente, e fazer com que a política seja um fato de contribuição para mudar este quadro”. De acordo com Biolchi, o caminho para que o setor funcione com harmonia no início do mandato de Sartori é manter o respeito e o diálogo de maneira franca. “Sartori quer um governo simples, honesto e eficiente, e eu me identifico”, completou. “A relação na Casa Civil precisa ser intensa, e eu encaro isso com naturalidade. É um desafio estimulante”, revelou o novo chefe da Casa Civil ao ser questionado sobre os desafios de exercer uma função de tal importância aos 35 anos. Biolchi também falou sobre o apoio dado a Dilma Rousseff durante a campanha para deputado federal. O deputado eleito com 119.190 votos não viu problemas em ir contra o próprio partido, que apoiou Aécio no segundo turno. Para ele foi um situação natural, onde o interesse era chegar a Brasília e “não encontrar as portas fechadas”. “Não é determinante, mas é um fator de segundo plano importante”, justificou.  (Nelson Buzatto) 

Mais notícias