Ouça Agora

95.9 FM / AM 1160

Bebê morre em hospital de Passo Fundo, e pais são presos pelo crime

Bebê de 21 dias morreu no hospital em Passo Fundo e pais dele foram presos
Foto: Reprodução/RBS TV Foto: Reprodução/RBS TV

Um bebê de 21 dias que foi levado pelos pais ao hospital, em Passo Fundo, com ferimentos em várias partes do corpo, acabou morrendo cerca de uma hora depois do atendimento na emergência, na madrugada desta sexta-feira (8). A equipe médica do Hospital São Vicente de Paula constatou maus-tratos e acionou o Conselho Tutelar e a Brigada Militar. O homem, de 42 anos, e a mulher, de 24, acabaram presos em flagrante.

A Polícia Civil investiga o caso, que é tratado como crime hediondo. "Um homicídio qualificado com vários agravantes. Nós vamos verificar ainda, através das perícias, se essa criança sofreu algum abuso sexual ou não e vamos ouvir testemunhas, entre parentes e vizinhos, para buscar todo o contexto dessa violência", diz a delegada Daniela Mineto.

Os pais levaram o bebê ao hospital por volta da meia-noite. Segundo os médicos, a criança já apresentava parada cardiorrespiratória.

Após ser preso, o casal foi encaminhado ao Presídio Regional de Passo Fundo. Conforme a polícia, eles ficaram em silêncio. O homem há tinha passagem pela polícia por roubo qualificado e tentativa de homicídio.

Ainda no hospital, os dois haviam alegado que as lesões teriam sido provocadas por uma pomada usada de forma inadequada. A delegada acrescenta que a médica ouvida durante o flagrante, no entanto, disse que eram lesões totalmente incompatíveis com o que o casal relatou.

O Conselho Tutelar informou que o casal não tem outros filhos.

"Geralmente tem situações graves com crianças um pouco maiores. Agora, com recém-nascido com apenas 21 dias de idade, é a primeira vez que ocorre. É muito chocante. A gente sempre diz para a comunidade que qualquer situação seja denunciada, mesmo que seja uma suspeita, para que a gente possa verificar para evitar isso", destaca o conselheiro Glauco Franco.

O corpo do bebê foi encaminhado ao Departamento édico Legal de Passo Fundo, onde passou por necropsia e já foi liberado.

Mais notícias