Ouça Agora

95.9 FM / AM 1160

Amzop reafirma a continuidade das medidas adotadas para combater o Covid 19

De acordo o texto publicado pela entidade
Foto: Divulgação/ Nota vem assinado pelo presidente da entidade e prefeito Gerri Sawaris. Foto: Divulgação/ Nota vem assinado pelo presidente da entidade e prefeito Gerri Sawaris.

Diante da manifestação oficial do Presidente da República, em cadeia nacional, contrariando as informações e orientações do próprio Ministério da Saúde, dos Governos dos Estados e dos Municípios, a Diretoria da Associação dos Municípios da Zona da Produção (Amzop) em nota e orientada pelo Decreto do Governo do Estado do Rio Grande do Sul e pelas autoridades da área da saúde reafirmou a continuidade das medidas adotadas pelo Governo do Estado e seguidas pelos municípios.De acordo o texto publicado pela entidade, “já que o Coronavírus é dinâmico, essas medidas poderão ser revistas e alteradas para mais ou para menos, a qualquer momento”.

Confira a nota na íntegra:

NOTA DE ESCLARECIMENTO APÓS PRONUNCIAMENTO DO PRESIDENTE DA REPÚBLICA.

Diante da manifestação oficial do Presidente da República, ontem, em cadeia nacional, contrariando as informações e orientações do próprio Ministério da Saúde, dos Governos dos Estados e dos Municípios, a Diretoria da ASSOCIAÇÃO DOS MUNICÍPIOS DA ZONA DA PRODUÇÃO-AMZOP, orientada pelo Decreto do Governo do Estado do Rio Grande do Sul e pelas autoridades da área da saúde, cientistas, profissionais médicos, especialmente, pelo Conselho Nacional das Secretarias de Saúde, da Sociedade Brasileira de Infectologia e da própria Organização Mundial da Saúde, que acompanham de forma criteriosa a evolução dessa pandemia junto ao Centro de Operações Emergenciais, e, considerando o aumento exponencial do número de casos no Brasil, aqui no Estado, com registro do primeiro óbito e com chances de alargar gradativamente em poucos dias, além da ausência de vacina ou medicamento para combater o Covid 19, intervenções comunitárias se tornam uma forte arma de defesa para reduzir o impacto da doença, sobretudo sua velocidade de transmissão para, desta forma, retardar a progressão da pandemia, atrasando o pico, permitindo uma melhor distribuição dos casos ao longo do tempo, inclusive para um melhor aparelhamento, evitando assim, o esgotamento dos serviços de saúde.

Diante do exposto, DECIDE, reafirmar a continuidade das medidas adotadas pelo Governo do Estado e seguidas pelos municípios, porém, já que o Coronavírus é dinâmico, essas medidas poderão ser revistas e alteradas para mais ou para menos, a qualquer momento.

Estamos  preocupados, não podemos negar, com o futuro da nossa economia, mas em primeiro lugar, com a saúde da nossa população.

Gerri Sawaris - Presidente da Amzop

(Fonte: Amzop)

Mais notícias